03/03/2024
 
 
Reino Unido e UE chegaram a acordo para resolver problemas do Brexit

Reino Unido e UE chegaram a acordo para resolver problemas do Brexit

AFP Jornal i 27/02/2023 16:19

"Foi alcançado um acordo", confirmaram fontes europeias à Europa Press, sem darem pormenores sobre os termos do acordo alcançado pelo primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

O Governo britânico e a União Europeia (UE) chegaram hoje a um acordo para pôr fim às divergências sobre o estatuto comercial pós-Brexit da Irlanda do Norte, noticiou a comunicação social britânica, citando uma fonte do governo britânico.

"Foi alcançado um acordo", confirmaram fontes europeias à Europa Press, sem darem pormenores sobre os termos do acordo alcançado pelo primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen. 

Uma conferência de imprensa dos dois líderes foi anunciada para as 15:30 em Windsor, nos arredores de Londres, onde se encontram reunidos. 

A líder europeia foi recebida hoje por Sunak para tentar fechar um acordo sobre o controverso Protocolo da Irlanda do Norte, parte do Acordo de Saída do Reino Unido da União Europeia (UE). 

Este texto foi a solução encontrada para evitar uma fronteira física terrestre entre a província britânica e a República da Irlanda, país membros da UE, de forma a respeitar os acordos de paz de 1998. 

O Protocolo deixa a Irlanda do Norte alinhada com as regras do mercado único europeu e impõe controlos aduaneiros sobre os bens que chegam do resto do resto do Reino Unido. 

Esta fronteira comercial, localizada no mar da Irlanda, é vista pelos Unionistas, defensores do estatuto da Irlanda do Norte enquanto território britânico, como uma ameaça à relação com o resto do Reino Unido.

Também controverso é o papel do Tribunal de Justiça Europeu nos litígios comerciais, bem como a obrigação de Belfast seguir certas normas da UE para evitar a concorrência desleal dentro do mercado único.

Em protesto, o Partido Democrata Unionista (DUP) recusou viabilizar a formação de um novo governo de partilha do poder com o Sinn Féin, que ganhou as eleições regionais em maio de 2022.

Além de convencer o DUP para romper o impasse político na Irlanda do Norte, o novo acordo precisa de persuadir os eurocéticos do Partido Conservador. 

Pelo contrário, o Partido Trabalhista e Liberais Democratas, partidos da oposição, já garantiram a passagem caso o acordo seja submetido a um voto no Parlamento.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline