19/04/2024
 
 
O futuro de Luís Filipe Menezes

O futuro de Luís Filipe Menezes

Joaquim Jorge 25/03/2024 16:24

Não escrevo estas linhas para me fazer a um lugar ou cair nas boas graças de Menezes. Pouca gente percebe, mas quem é de bem, sabe que a amizade não tem segundas intenções, ou se é amigo, ou não se é amigo.

Antes de escrever este texto e tecer algumas considerações sobre Luís Filipe Menezes venho esclarecer os meus interesses e as minhas intenções. Vivo em Gaia, sou independente,  amigo de Menezes, vou-me reformar, em breve, pelos descontos que fiz ao longo de 45 anos de trabalho.

Não escrevo estas linhas para me fazer a um lugar ou cair nas boas graças de Menezes. Pouca gente percebe, mas quem é de bem, sabe que a amizade não tem segundas intenções, ou se é amigo, ou não se é amigo.

A mim preocupa-me o futuro de Gaia com tudo o que se passou e tem passado ao longo destes tempos.

E, para mim o futuro de Gaia está interligado com o futuro de Menezes.

Menezes tem uma vida boa, já atingiu tudo ou quase tudo que um político pode aspirar, nesse aspecto está resolvido. Tem uma bela família, está muito bem acompanhado pela sua esposa Ana Caetano Menezes e tem que criar o seu filho Afonso. 

Não é fácil motivá-lo para sair da sua vida e zona de conforto, actualmente, preside à Câmara de Comércio e Indústria Árabe-Portuguesa, pontualmente intervém publicamente aqui e acolá.

Numa dessas ocasiões de cidadania, em que  passou pelo Clube dos Pensadores, apercebi-me que Ana Caetano Menezes é uma pessoa muito agradável, que desempenharia o lugar de primeira dama em Gaia com classe e elegância nas horas vagas, pois é advogada e tem emprego. Como me disse uma vez, gosta de cultivar a independência económica, por isso tem uma profissão.

Menezes tem afirmado que gostaria de ajudar a uma boa candidatura à CM Gaia, mas isso sabe a pouco, a melhor candidatura à CM Gaia é a dele próprio.

Ainda falta muito tempo, talvez em Janeiro de 2025 pode começar-se a pensar nisso.

As eleições para as Autarquias Locais realizam-se em Setembro/Outubro de 2025. As eleições para o Parlamento Europeu realizam-se no dia 9 de Junho. Os resultados das eleições Legislativas vão-nos dar dias políticos difíceis e com o novo OE 2025 as coisas vão-se complicar.

Este ainda não é o tempo de Menezes, mas está a chegar.

Não acho bem estar-se a pressionar Luís Filipe Menezes para tomar uma decisão ou definir o que vai fazer no futuro. Isso é contraproducente. Menezes é o maior activo em Gaia, só ele pode decidir o que quer fazer do seu futuro.

Apercebo-me nas reuniões em que Menezes participa do PSD, aparecerem na primeira fila muitos rostos do passado. Preocupante!

O Importante é ter caras novas que não têm que ser novas em idade, fundamental dar um sinal de mudança e de refrescamento. Muita gente que esteve anteriormente com Menezes pode dar o seu contributo, noutra posição, noutra dimensão, noutro registo tendo em conta a forma como se comportou durante este tempo de interregno.

Fico com a ideia que está toda a gente a posicionar-se para um lugar, em vez, de posicionar-se para ajudar a melhorar Gaia. Toda a gente pode ser útil à sua maneira, sem pensar em lugares.

O futuro da democracia passa pela sua renovação, por ideias e projectos e cada vez menos por lugares e pessoas ( algumas não recomendáveis).

Ana Caetano Menezes numa conversa no Clube dos Pensadores confessou-me que a génese de uma candidatura autárquica vencedora passa por uma escolha criteriosa dos candidatos às Juntas de Freguesia e de bons vereadores. Sinceramente também acho.

A maioria dos gaienses anseia o seu retorno, mas temos que ter paciência e continuar a fazer-lhe ver que o cidadão e médico Luís Filipe Menezes continua a ser único, insubstituível, distinto e especial. A figura de Menezes em Gaia é transversal, para além dos partidos e relembrada por boas razões. A sua lucidez política é brilhante!

No dia em que Menezes disser que é candidato há um clamor na cidade de Gaia. Toda a gente está à espera que diga sim, porém pode dizer não.

Temos que lhe fazer ver da importância do seu regresso à condução dos destinos de Gaia pelo orgulho, brio e honestidade intelectual.

E, se voltar, tem de ser em grande e colocar Gaia como uma cidade europeia de vanguarda.

Gaia não existe sem Menezes.

 

Fundador do Clube dos Pensadores

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline