20/08/2022
 
 
Malásia. Piores inundações em anos deixam 30.000 pessoas deslocadas

Malásia. Piores inundações em anos deixam 30.000 pessoas deslocadas

AFP Jornal i 19/12/2021 13:10

Cerca de 10.000 pessoas fugiram em Selangor – o estado mais rico do país que rodeia a capital, Kuala Lumpu.

Mais de 30.000 pessoas foram evacuadas em oito estados da Malásia devido às piores inundações dos últimos anos registadas no país, sendo mais de 14.000 no estado central de Pahang.

A Malásia experimenta frequentemente tempestades quando chega o final do ano, que dão origem a inundações que regularmente provocam evacuações em massa. As descargas desde a sexta-feira passada provocaram o transbordamento de rios, submergindo muitas áreas urbanas e cortando estradas principais, assim como os milhares de automobilistas encalhados. Cerca de 10.000 pessoas fugiram em Selangor – o estado mais rico do país que rodeia a capital, Kuala Lumpu.

O primeiro-ministro, Ismail Sabri Yaakob, manifestou surpresa perante as graves inundações que ali se verificaram. "A quantidade de chuva que caiu ontem em Selangor ... o que caiu num dia, normalmente cairia num mês", disse, numa conferência de imprensa, citado pelo the Guardian. Ismail yaakob prometeu uma ajuda rápida às vítimas das cheias e um financiamento inicial de 100 milhões de ringgit para reparar as casas e infraestruturas danificadas dos habitantes.

Lee Joon Kee, proprietário de um centro de informação turística e loja de lembranças, disse que só reabriu há poucos dias após ter fechado durante quase dois anos devido a restrições do coronavírus. "É muito triste, mas não temos escolha. A única escolha [que temos] é seguir em frente e limpar a confusão, depois continuaremos o nosso novo capítulo"

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline