4/8/21
 
 
Groundforce desconvoca greve para os dias 31 de julho e 1 e 2 de agosto

Groundforce desconvoca greve para os dias 31 de julho e 1 e 2 de agosto

Jornal i 22/07/2021 17:01

Duas estruturas sindicais, STTAMP e o STAMA, vão manter os avisos prévios em vigor até à data em que os pagamentos forem concretizados.

O Sindicato dos Técnicos de Handling de Aeroportos (STHA) desconvocou a greve dos trabalhadores da Groundforce que estava marcada para os dias 31 de julho e 1 e 2 de agosto. Esta decisão surge depois de ter sido encontrado um compromisso com o Governo que garante que serão pagos os subsídios de férias e as anuidades vencidas antes do processamento salarial de julho, para todos os trabalhadores da empresa. 

Recorde-se que, esta quarta-feira, o Ministério das Infraestruturas anunciou que a TAP vai pagar diretamente aos trabalhadores da empresa de handling o valor correspondente ao subsídio de férias e às anuidades em atraso.

Esta foi a reação do ministério de Pedro Nuno Santos no seguimento da decisão do juízo central cível de Lisboa que declarou improcedente a providência cautelar interposta pela Pasogal para impedir o Montepio de alienar a participação na Groundforce. E face a esse cenário, o Ministério das Infraestruturas e da Habitação “vê reunidas as condições para uma resolução definitiva da instabilidade que se vive na empresa”.

O ministério disse ainda que o Governo “tem a expectativa que a venda por parte do Montepio das ações da Pasogal que tem em sua legitima posse terá um desfecho positivo nos próximos dias”. 

No entanto, admitiu que, caso essa venda não se concretize muito em breve, “o Governo avançará de imediato com as ações necessárias para garantir a mudança acionista indispensável para a viabilização da empresa”, acrescentando que “essa alteração da estrutura acionista permitirá também cumprir com o que é devido aos trabalhadores, nomeadamente, em matéria de progressões na carreira”. 

Outros sindicatos mantém paralisação

Apesar do STHA ter desconvocado a greve, outras estruturas sindicatos vão manter a paralisação.  “O STTAMP e o STAMA manterão os avisos prévios de greve em vigor para a Groundforce até à data em que os pagamentos forem efetivamente concretizados, visto que num passado recente estes dois sindicatos já teriam chegado a acordo para o pagamento do subsídio de Férias, tendo o mesmo sido recusado por parte de Alfredo Casimiro que, apesar das mudanças iminentes da estrutura acionista, à data de hoje ainda é o presidente do conselho de administração”, referem em comunicado.

Notícia atualizada às 20h16 com declarações do Ministério das Infraestruturas e da Habitação 

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×