11/4/21
 
 
Europa. Equipas portuguesas lutam por continuidade

Europa. Equipas portuguesas lutam por continuidade

José Miguel Pires 15/02/2021 12:18

As ligas europeias regressam nesta semana. O desmoralizado Porto recebe a Juventus, já o Benfica vai jogar contra o Arsenal… em Itália, e o Braga enfrenta uma cara conhecida no banco da AS Roma.

As competições europeias de futebol estão de regresso. Terça e e quarta-feira são dias de Liga dos Campeões e, na quinta-feira, é a vez da Liga Europa. Ainda em competição estão o FC Porto, SL Benfica e SC Braga.

As alterações com a pandemia da covid-19, que colocou fortes restrições à mobilidade dentro do velho Continente, são o mote de conversa para estas partidas. O RB Leipzig-Liverpool e o Borussia Mönchengladbach-Manchester City, por exemplo, vão ser jogados em Budapeste, na Hungria. Já o Atlético de Madrid-Chelsea terá lugar em Bucareste, enquanto o Real Sociedad-Manchester United vai até Turim e, finalmente, o Benfica-Arsenal joga-se em Roma, no Estádio Olímpico, e em Atenas, na Grécia. Muitas viagens, mudanças de campo e a perda do fator “casa” nesta primeira mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões e dos 16-avos da Liga Europa.

As alterações, no caso do Benfica-Arsenal, são ainda mais intensas, já que obrigam as duas mãos da partida a serem jogadas fora das cidades natais dos clubes, resultando num total de quatro viagens, para cada equipa. A mudança ainda vai sair mais cara ao Arsenal, que terá de pagar uma parte das receitas do jogo da primeira mão ao Benfica, já que foi graças às medidas impostas pelo governo britânico que os ‘encarnados’ não se puderam deslocar até Anfield.

 

Dragões enfrentam Juve

O FC Porto chegou aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões após terminar a passagem pelo Grupo C em segundo lugar, tendo batido os franceses do Marselha, na altura, treinado por André Villas-Boas, e o Olympiacos. Após uma derrota e um empate perante o Manchester City, os ‘dragões’ ficaram no segundo lugar do grupo, o suficiente para se manterem vivos na liga milionária. A Juventus de Cristiano Ronaldo, por sua vez, acabou a fase de grupos a liderar o grupo G, com apenas uma derrota, frente ao FC Barcelona.

Na quarta-feira, FC Porto e Juventus enfrentam-se, na primeira mão, no Estádio do Dragão, e o histórico nacional dos azuis-e-brancos não augura um bom estado de espírito na receção aos transalpinos. A última jornada, frente ao Boavista, deixou mazelas no FC Porto, que depois de estar a perder por duas bolas a zero, chegou à igualdade no marcador e viu o golo da vitória ser anulado após revisão do VAR, por posição irregular. Um resultado que se junta às várias polémicas associadas aos dois recentes encontros com o SC Braga, que acabaram com expulsões, tanto em campo como no banco azul-e-branco. Fora das opções de Sérgio Conceção estão ainda Mbaye, Nanu e Iván Marcano, com a surpresa de Francisco Conceição ter sido chamado para o encontro frente aos transalpinos, após brilhar na partida com o Boavista.

A Juventus, eneacampeão da Série A italiana, não está também no auge da temporada. A derrota frente ao Nápoles na última jornada, por uma bola a zero, em nada melhorou esta realidade. O internacional Cristiano Ronaldo, que milita na vecchia signora, tem sido peça-chave nas últimas jornadas, tendo marcado os dois golos da recente vitória perante a Roma de Paulo Fonseca.

 

Benfica visita Arsenal... em Roma

É uma realidade rara, tendo acontecido poucas vezes na história do futebol. Nem Benfica nem Arsenal vão jogar a primeira mão dos 16-avos da Liga Europa em casa. Nem a segunda, por sinal. Na quinta-feira, os encarnados “visitam” os gunners no Estádio Olímpico de Roma e procuram a continuidade na Liga Europa, após uma passagem atribulada pela fase de grupos, com três vitórias e três empates, frente ao Rangers, ao Standard de Liège e ao Lech Poznan. A vida na Primeira Liga não tem sido fácil para os encarnados. Com o técnico Jorge Jesus a falhar vários jogos devido a uma infeção por covid-19, e uma série de resultados erráticos, os ‘encarnados’ ficaram a uma distância considerável do topo da tabela classificativa.

O Arsenal, por sua vez, vive uma esquizofrénica temporada, colocado a meio da tabela da Premier League, ao mesmo tempo que, nas competições europeias, se mantém imbatível. Na Liga Europa, o Arsenal findou a fase de grupos com seis vitórias em seis partidas, frente ao Molde da Noruega, ao Rapid de Viena e aos irlandeses do Dundalk. A ausência de Thomas Partey, bem como do português Diogo Jota, não ajudará em nada o desempenho da equipa, que ainda assim se coloca como favorita para vencer a partida, fruto do registo impecável nos anteriores jogos do campeonato europeu, e da vitória frente ao Leeds, na 24.ª jornada da liga inglesa. Na receção ao Benfica, fica tudo em aberto para se decidir se passam os britânicos ou a equipa da Luz, que foi finalista neste campeonato nas temporadas de 2012-13 e 2013-14.

 

Braga e Roma em duelo

O Sporting de Braga, treinado por Carlos Carvalhal, findou a fase de grupos da Liga Europa no segundo lugar do grupo G, em empate pontual a 13 pontos com o Leicester City. Pela frente, os arsenalistas vão encontrar o seu antigo técnico, Paulo Fonseca, a orientar a AS Roma.

O Braga tem surpreendido nesta época na Primeira Liga, posicionando-se entre as principais equipas na Liga. Já a Roma de Paulo Fonseca anda na corda bamba da fronteira entre os lugares de acesso às ligas europeias e as restantes posições na tabela da Série A italiana, mas a última jornada mostrou que os romanos estão em boa forma, tendo logo inaugurado o marcador frente à Udinese aos cinco minutos, acabando por vencer os visitantes por três bolas a zero. No confronto marcado para quinta-feira, Braga e Roma enfrentam-se pela primeira vez na história, e ambas as equipas procuram a continuidade na liga europeia.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×