4/12/20
 
 
Cultura. Retrato de um setor em que não vai ficar tudo bem

Cultura. Retrato de um setor em que não vai ficar tudo bem

Cláudia Sobral 27/04/2020 09:05

As medidas de emergência até agora anunciadas pelo Governo têm sido insuficientes para um setor que, historicamente frágil e precarizado, estava ainda a sarar as feridas deixadas pela última crise. Sindicato garante que apoios da Segurança Social estão a falhar a “milhares de pessoas”.

Uma rodagem interrompida a um terço no Reino Unido com o trabalho de meses deitado por terra, um espetáculo em que se continuou a trabalhar até à véspera da montagem do cenário cancelado a dias da estreia, uma residência artística abandonada numa Paris, um festival que, cancelado a semanas do seu início, não sabe ainda se vai continuar a existir e a luta de uma pequena sala de cinema, de uma pequena livraria, de uma jovem galeria e de um festival a ser preparado às escuras num tempo em que, sem passado nem futuro, o setor artístico está confinado não só no espaço, mas também no tempo: ao presente. Um presente ao qual para muitos tem sido já difícil aplicar o luxo de viver um dia de cada vez. Ao longo das últimas semanas, o i foi procurando medir o pulso a um setor que, já antes de paralisado pela pandemia, vivia em crise. 

Leia o artigo na íntegra na edição impressa do jornal i. Agora também pode receber o i em sua casa ou subscrever a nossa assinatura digital.

 

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×