7/7/20
 
 
Um terço dos pais subestima excesso de peso dos filhos

Um terço dos pais subestima excesso de peso dos filhos

Dreamstime Jornal i 17/02/2020 12:04

Estudo foi feito pela Universidade de Coimbra, no qual o objetivo foi analisar a perceção que os pais têm da obesidade infantil.

Um estudo desenvolvido na Universidade de Coimbra avançou que cerca de um terço dos pais interpreta mal o peso dos filhos. A investigação foi publicada no American Journal of Human Biology.

Segundo o estudo, "32,9% dos pais interpretam mal o peso dos seus filhos (30,6% subestimam e 2,3% sobrestimam)", pode ler-se numa nota divulgada pela agência Lusa.

"O objetivo é analisar a concordância entre o estatuto nutricional das crianças e a perceção que os pais têm do peso delas", é também explicado no comunicado, assim como é referido que o intuito foi "observar se a subestimação do peso estava de algum modo associada ao risco da criança ter excesso de peso/obestidade".

O estudo envolveu 793 pais e filhos, com idades compreendidas entre os seis e os dez anos. "Verificámos que mais de 30% dos pais não identificou corretamente o estatuto nutricional dos filhos, sendo que a maior parte subestimou", sublinhou Daniela Rodrigues, primeira autora do artigo científico, reforçando ainda que os pais que subestimam o peso dos filhos têm mais tendência a ter filhos com problemas de obesidade.

"O primeiro passo para alterar comportamentos de risco associados à obesidade é perceber a necessidade de alterar esses mesmos comportamentos", esclareceu.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×