16/6/19
 
 
Erro informático na rede Galp Frota compromete abastecimento de forças de segurança

Erro informático na rede Galp Frota compromete abastecimento de forças de segurança

Beatriz Dias Coelho 04/06/2019 21:35

PSP, GNR e bombeiros, entre outras entidades, não conseguiram fazer esta terça-feira pagamentos de combustível. Sindicato da PSP admite que carros podem vir a ficar parados. 

Um problema informático na rede Galp Frota colocou esta terça-feira em causa o abastecimento dos carros da Polícia de Segurança Pública (PSP), Guarda Nacional Republicana (GNR), Bombeiros e outras entidades. A Organização Sindical dos Polícias da Polícia de Segurança Pública (OSP/PSP) denunciou ao i ontem ao final da tarde que os cartões da rede Galp Frota estavam suspensos, admitindo que os carros poderiam vir a ficar parados. Fonte oficial da direção nacional da PSP esclareceu que o problema não é exclusivo da PSP, afetando outras forças de segurança.

 Questionada pelo i relativamente à informação avançada pela Organização Sindical dos Polícias da Polícia de Segurança Pública (OSP/PSP), a mesma fonte da Polícia de Segurança Pública refutou que os cartões Galp Frota da PSP, em específico, tivessem sido suspensos. De acordo com a organização sindical, foi essa a informação prestada aos polícias. “A Central de Lisboa da PSP confirmou pelas 20h30 a suspensão dos cartões usados para abastecer os carros” daquela força de segurança. A informação surgiu depois de, cerca de uma hora antes, um agente que circulava com um carro-patrulha de trânsito da Divisão de Sintra ter abastecido a viatura. Ao tentar fazer o pagamento nos moldes habituais, com o cartão da rede Galp Frota, a ação foi recusada, apesar de os cartões estarem válidos até maio de 2021.

A OSP/PSP não soube precisar se o agente fez o pagamento do próprio bolso ou se a aquisição ficou em suspenso, mas a fonte sindical ouvida pelo i explicou que não abastece carros de patrulha do próprio bolso como se se tratasse de uma viatura particular - uma postura que deverá ser adotada por vários agentes. Se isso se verificar, o trabalho da PSP, tal como das restantes entidades afetadas, poderá vir a ser comprometido.

Ao i, a PSP garantiu ser alheia ao problema informático detetado durante a tarde de ontem. “Nenhum cartão foi suspenso. A Galp está com um problema informático na rede Galp Frota que afetou várias instituições, como PSP, Bombeiros, GNR, etc. O problema será resolvido entretanto”, assegurou fonte oficial.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×