23/7/19
 
 
Movimento sem coletes amarelos nasceu este sábado em Braga

Movimento sem coletes amarelos nasceu este sábado em Braga

Joaquim Gomes Joaquim Gomes 12/01/2019 17:37

Manifestantes despiram coletes amarelos para se “demarcarem”

Um movimento sem coletes amarelos nasceu durante a tarde deste sábado, em Braga, tendo despido os coletes amarelos que usaram nas últimas semanas para se “demarcarem” do que consideram estar “minado por interesses políticos”, como do “Movimento Coletes Amarelos Portugal (PCAP), do Partido Nacional Renovador (PNR) e da extrema direita”.


Num manifesto lido na Praça da República, a famosa “Arcada”, o centro cívico de Braga por excelência, o porta-voz, falando em nome do “coletivo” presente, destacou que “nós vamos parar Portugal como forma de protesto”, afirmando “ser este o único movimento nesta data ainda existente”, daí a opção por “despirmos agora os nossos coletes amarelos”.
Na cerimónia, que decorreu a meio da tarde deste sábado, foi afirmado “sermos movidos por um único sentimento apartidário, ou seja, o único interesse é lutar pelos direitos do povo”.


De acordo com o mesmo grupo minhoto, “é por não nos identificarmos com este tipo de ideologias que retiramos todos o colete amarelo e demarcamo-nos completamente deste movimento, porém, na certeza de que não desistimos da luta de um povo saturado”.


Para os manifestantes, “unicamente renunciamos ao colete amarelo, para assim regressar e triunfar esta nobre e tão grande causa, sempre em prol do bem do povo”.


Segundo anunciaram na capital do Minho, foquem assim elucidados que daqui em diante, nós, genuínos e originais, retiramos este símbolo, fazendo o funeral digno ao colete, mas com alguma frustração”.
“Apelamos a quem ainda, até hoje, ficou em casa, que se juntem a nós, pois vamos voltar mais fortes, com mais estrutura e organização, porque somos um povo unido”, concluiu o porta-voz do grupo.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×