14/11/18
 
 
Polícia suspeita que Luís Grilo levava vida dupla

Polícia suspeita que Luís Grilo levava vida dupla

Miguel Silva Jornal i 05/09/2018 14:55

A polícia suspeita também que o crime ocorreu durante um ato sexual

O corpo de Luís Miguel Grilo foi encontrado nu a 24 de agosto, com um saco de plástico na cabeça, em Alcôrrego, a 134 quilómetros de onde vive – Vila Franca de Xira. O Correio da Manhã avança esta quarta-feira que as autoridades encarregues do caso desconfiam que o triatleta levava uma vida dupla.

De acordo com o CM, a Polícia Judiciária suspeita de que o homem tivesse uma relação fora do casamento. Para além disso, suspeitam que o crime terá sido motivado pelo sentimento de vingança e ocorreu durante um ato sexual.

A PJ suporta esta possibilidade com o facto de Luís Miguel Grilo conhecer bem a zona onde foi encontrado morto, visto que a família da mulher é natural de uma zona perto, a 10 quilómetros.

Para além disto, a PJ desconfia que a viúva, Rosa Grilo, está possivelmente a esconder algo, visto que não quis saber pormenores sobre o crime e o casal demonstrava sinais de afastamento.

Luís Miguel Grilo tinha sido visto pela última vez no dia 16 de julho enquanto treinava em Cachoeiras, perto de Vila Franca de Xira.

Segundo a polícia judiciária, o corpo foi encontrado num caminho de terra batida em Alcôrrego por um popular que fazia uma caminhada. O corpo estava em avançado estado de decomposição com um saco de plástico na cabeça e sinais evidentes de violência.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×