26/09/2022
 
 
Sporting. Bruno já está oficialmente impedido de entrar em Alvalade

Sporting. Bruno já está oficialmente impedido de entrar em Alvalade

Ana Antunes Bruno Venâncio 25/06/2018 23:45

Todos os membros do Conselho Diretivo do Sporting destituído na AG do último sábado foram proibidos pela Comissão de Gestão de frequentar as instalações do clube e da SAD

Agora é oficial: pelo menos em termos legais, Bruno de Carvalho já não é presidente do Sporting. O agora ex-líder do Conselho Diretivo e da SAD leoninos foi oficialmente substituído no cargo (por cooptação) por Sousa Cintra, como se pode ler num documento publicado no portal do Ministério da Justiça. A nota, da Conservatória do Registo Comercial de Lisboa, confirma a “revogação de mandato” de Bruno de Carvalho, numa deliberação tomada domingo, no seguimento dos resultados da Assembleia-Geral (AG) leonina do dia anterior.

Em comunicado, Sousa Cintra confirmou que Bruno de Carvalho já não ocupa qualquer cargo na estrutura do Sporting, seja no clube ou na SAD, e que a sua entrada nas instalações está “imediatamente proibida”, tal como as de José Quintela, Alexandre Godinho, Luís Roque e Luís Gestas, todos eles membros do anterior Conselho Diretivo. Sousa Cintra, de resto, pediu aos funcionários para que se abstenham “de receber e cumprir ordens” de Bruno de Carvalho e dos restantes membros do Conselho Diretivo. Só Carlos Vieira e Rui Caeiro, acionistas da SAD até haver nova Assembleia-Geral do órgão, têm permissão para “aceder aos gabinetes pessoais”, embora não tendo acesso a “pessoal de apoio” ligado ao clube.

Bruno, o arrependido O dia, como tantos outros nos últimos tempos, havia começado novamente “animado” para os lados de Alvalade. Chegou a ser noticiada uma alegada proibição a Sousa Cintra de entrar nas instalações do clube durante a manhã - um cenário desmentido depois de almoço por Fernando Correia: o porta-voz do Conselho Diretivo destituído no passado sábado revelou mesmo que Bruno de Carvalho estaria à espera de Sousa Cintra para “trocar impressões e cumprir os formalismos necessários” à passagem da pasta. O ex-jornalista, porém, referiu que “Bruno de Carvalho é ainda o presidente da Administração da SAD do Sporting até que se realize uma Assembleia-Geral de acionistas para resolver o assunto”, lembrando que “o clube e a SAD são coisas completamente distintas”.

Bruno de Carvalho, por seu lado, prosseguiu na sua onda de contradições constantes. O agora ex-presidente do Sporting editou as duas publicações que havia feito na véspera - a primeira, durante a madrugada, onde insultava os novos dirigentes leoninos, apelidando ainda Sousa Cintra de “homem do tremoço” e onde prometia deixar de ser sócio e inclusive adepto do Sporting; e a segunda, onde anunciava a intenção de impugnar a AG de sábado e de se candidatar novamente à presidência dos leões nas eleições agendadas para 8 de setembro.

Na última versão, apagou os insultos da primeira publicação - pedindo “desculpas” pelo que havia escrito - e as promessas de abandonar “para sempre” toda e qualquer atividade relacionada com o Sporting, e na segunda deixou de existir qualquer menção à impugnação da AG - mantendo, ainda assim, a intenção de se recandidatar à presidência dos leões.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline