13/11/18
 
 
Tribunal de Paris dá razão a Paulo Branco contra Terry Gilliam

Tribunal de Paris dá razão a Paulo Branco contra Terry Gilliam

João Girão Jornal i 15/06/2018 12:31

Processo judicial decorria por causa da produção do filme 'O homem que matou D. Quixote".

O produtor português, Paulo Branco, venceu ao realizador Terry Giliam no processo judicial por causa do filme ‘O homem que matou D. Quixote’.

A decisão do Tribunal de Recurso, em Paris, anunciada pelo próprio produtor à agência Lusa, e que favoreceu o português, deveu-se ao facto deste ter assinado contrato para produzir o filme, em 2016, o que nunca chegou a acontecer.

“Foi favorável [a decisão], completamente, a cem por cento. Em toda a linha, se costuma dizer”, afirmou Paulo Branco.

Após Terry Giliam seguir a rodagem do filme com outros produtores e depois de pedir que o contrato com a produtora de Paulo Branco, Alfama Films, fosse anulado, o Tribunal de Grande Instância de Paris, em 2017, declarou que o contrato do realizador norte-americano com o português ainda estava válido.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×