15/7/20
 
 
4G+ arranca até ao final do ano em Portugal

4G+ arranca até ao final do ano em Portugal

Francisco Soares Jornal i 08/11/2017 22:28

Empresa quer 5,2 milhões de casas com fibra ótica até 2020

A Altice é, pelo segundo ano, a parceira tecnológica da Web Summit, que este ano prevê a presença de 60 mil pessoas aos longo dos quatro dias da cimeira, que termina amanhã. 

De acordo com a CEO da MEO - operadora adquirida pela empresa francesa em 2015 -, a empresa está comprometida com o evento, durante o qual está prevista a utilização online simultânea de cerca de 67 mil dispositivos. A “infraestrutura foi dimensionada para o dobro dessa capacidade”, revelou Cláudia Goya em conferência de imprensa. 

A Altice é o parceiro tecnológico do evento, mas também um mentor de startups que, hoje em dia, oferecem soluções para o seu ecossistema. No próximo ano, o “objetivo é triplicar o número de startups, ajudando--as a desenvolver-se a nível internacional, ajudando-as no seu esforço”.

De acordo com Cláudia Goya, este é um dos aspetos que revela o compromisso da Altice para com Portugal em termos de investimento, emprego e crescimento. Um outro foi anunciado pelo CEO da Altice na mesma ocasião.

"Fibrização"

O grupo francês de telecomunicações Altice vai, até ao final do ano, começar a comercialização da 4G+ em Portugal. “Queremos até ao final do ano ter 50% de cobertura em 4G + e atingir os 70% até meados do próximo ano”, revelou Michel Combes. 

A rede 4G+ permite velocidades de acesso de até 1Gbps e, segundo o responsável, são “estas novas capacidades na rede que vão permitir o aparecimento de novas empresas”. 

Além da expansão da rede de fibra ótica a 5,2 milhões de casas até 2020, naquilo a que chama a “fibrização” de Portugal para tornar o país o líder da UE nesta dimensão, a empresa quer “estar na linha da frente na rede móvel também”.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×