22/10/17
 
 
Jovens médicos vão ter de pagar para trocarem SNS pelo privado

Jovens médicos vão ter de pagar para trocarem SNS pelo privado

Marta F. Reis 23/09/2017 15:15

Em entrevista ao SOL, ministro da Saúde revela medida para travar saída imediata do SNS após a conclusão da especialidade.

O Governo quer avançar com um período mínimo de fidelização ao SNS para os médicos que terminam a especialidade. Em entrevista ao SOL, o ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes avança que a medida está em cima na mesa da preparação do Orçamento do Estado para 2018 e considera o modelo que existiu para os pilotos da Força Aérea “virtuoso”.

“Tem de haver um período mínimo de fidelização ao serviço público para compensar o facto de, nós todos, termos feito esse investimento. Ou então tem de haver o uma compensação do Estado, porque investiu numa formação pós-graduada cara, exigente, qualificada e é justo que peça uma contrapartida”, diz o ministro da Saúde.

Adalberto Campos Fernandes adianta para já que os custos da especialidades são variados e será necessário encontrar um valor. 

Quanto ao período de vinculação em causa, aponta para três a cinco anos. “Teriam de ficar no SNS, onde naturalmente existirem vagas e isso é uma compensação que o profissional dará pelo investimento que a sociedade fez nele. E, se forçar a saída, terá de haver uma compensação.” 

A medida seria preparada ao longo de 2018, embora não entrasse logo em vigor para os especialistas que acabem a formação no próximo ano. “Tem de haver um período de preparação”, diz Adalberto Campos Fernandes, revelando que existe um entendimento político partilhado sobre esta matéria. 

“Não é uma questão de esquerda ou direita, é uma questão de bom senso. Os portugueses acham que fazem com muito gosto um investimento na formação de profissionais altamente qualificados e não é justo, não é correto, que no dia seguinte à formação estar concluída, esses mesmos profissionais abandonem o serviço público e vão para o privado.”

Neste momento há perto 10 mil médicos a fazer o internato no Serviço Nacional de Saúde, um número que tem vindo a aumentar todos os anos.

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×