25/10/20
 
 
Le Pen vai ser julgada pelo que disse sobre os muçulmanos que rezam nas ruas
Marine diz que o seu julgamento é "um escândalo"

Le Pen vai ser julgada pelo que disse sobre os muçulmanos que rezam nas ruas

Marine diz que o seu julgamento é "um escândalo" Michael Spingler/AP Jornal i 23/09/2015 19:21

Líder da Frente Nacional comparou-os à ocupação nazi.

Marine Le Pen vai ser finalmente julgada por há cinco anos ter comparado os muçulmanos que rezam na rua à ocupação nazi durante a II Guerra Mundial. O julgamento está marcado para 20 de Outubro e será possível depois de uma votação para levantar a imunidade parlamentar da presidente da Frente Nacional, membro do Parlamento Europeu pelo partido da extrema-direita francesa.

Em 2010, em Lyon, estava ainda o seu pai, Jean-Marie Le Pen à frente do partido, Marine Le Pen criticou os muçulmanos que rezam nas ruas. “Lamento, mas para aqueles que gostam muito de falar da II Guerra Mundial, se querem falar da ocupação, podíamos falar disso [oradores de rua] porque isso é uma ocupação do nosso território”, disse a agora líder do partido de extrema-direita num encontro do partido em Lyon, em 2010.

“É uma ocupação de partes do território, de bairros, aos quais se aplica a lei religiosa, é uma ocupação. Não há tanques, não há soldados, mas é uma ocupação de qualquer forma, e isso é um peso para os habitantes.”

À Reuters, a presidente da Frente Nacional disse que é um “escândalo” que um líder político seja “processado por expressar o seu credo”. E que “aqueles que denunciam o comportamento ilegal de fundamentalistas são mais facilmente denunciados do que os fundamentalistas que se comportam de forma ilegal”.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×