15/04/2024
 
 
Economia portuguesa deverá crescer 1,3% este ano e 1,8% em 2025

Economia portuguesa deverá crescer 1,3% este ano e 1,8% em 2025

02/04/2024 11:20

Quando à inflação, especialistas da Allianz Trade sugerem um valor de 2,3% para este ano e 1,9% para 2025.

A economia portuguesa deverá crescer 1,3% neste ano, de acordo com as projeções da Allianz Trade, acionista da COSEC- Companhia de Seguro de Créditos.

Assim, os especialistas da Allianz Trade reviram em baixa as projeções para a economia portuguesa, prevendo agora que o produto interno bruto (PIB) de Portugal avance 1,3% em 2024 e 1,8% em 2025. No final do ano passado, a acionista da COSEC antecipava que a economia portuguesa expandisse 1,3% em 2024 e 2,3% em 2025.

E as projeções a nível global também mostram alterações, prevendo-se agora uma taxa inferior a 3%. “A análise mostra que se prevê, para as economias mais desenvolvidas, um cenário de crescimento estável em torno dos 1,6%, enquanto os mercados emergentes enfrentam uma desaceleração, com um crescimento previsto de aproximadamente 4%, com quedas de 0,3 pontos percentuais”, refere a Allianz Trade em comunicado.

O mais recente relatório: “Global Economic Outlook 2024-25 Soft landing: It´s a wrap?” prevê um crescimento de 1,7% para os Estados Unidos em 2025, após um crescimento de 2,4% em 2024, enquanto a Zona Euro deverá acelerar o crescimento para 1,5% em 2025, após atingir 0,7% em 2024.

Os economistas da Allianz “estão cautelosos e destacam a ideia de que os bancos centrais deverão adotar uma postura de flexibilização monetária na segunda metade de 2024. Adicionalmente, os analistas acreditam que deverá existir um cenário económico divergente, marcado por uma inflação mais reduzida e que os mercados financeiros vão continuar a ser influenciados por uma variedade de fatores geopolíticos e também de avanços na Inteligência Artificial”.

No que diz respeito à inflação, as previsões sugerem um valor de 2,3% para este ano e 1,9% para 2025. “Estes números ficam próximos da média da Zona Euro, que deverá registar uma inflação de 5,6% neste ano e de 2,6% em 2024, encaminhando-se para o objetivo do Banco Central Europeu, que é uma inflação próxima dos 2%”, adianta a empresa.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline