01/03/2024
 
 
Vasco Cordeiro anuncia voto contra do PS ao programa de governo da AD nos Açores

Vasco Cordeiro anuncia voto contra do PS ao programa de governo da AD nos Açores

Miguel Silva Jornal i 09/02/2024 12:50

Socialistas recusam criar uma situação em que “o principal partido da oposição passaria a ser o Chega e o PS seria a muleta política do PSD”.

O líder do PS Açores anunciou, esta sexta-feira, o voto contra do PS ao programa de governo da coligação do PSD, CDS e PPM.

"A orientação de sentido de voto que será transmitida ao parlamento açoriano é a de voto contra", disse Vasco Cordeiro.

"Esta decisão foi aprovada por unanimidade na reunião do secretariado regional e também na Comissão Política dos Açores, que teve lugar em Ponta Delgada", acrescentou.

Para os socialistas “viabilizar o programa do XIV Governo em nome da suposta estabilidade, colocaria o PS na posição política de viabilizar também os orçamentos”, sublinhou Vasco Cordeiro, afirmando que criariam uma situação em que “o principal partido da oposição passaria a ser o Chega e o PS seria a muleta política do PSD”.

O líder socialista criticou ainda a reação de José Manuel Bolieiro ao resultado das eleições, acusando-o de ter “arrogância de querer criar um quadro político em que o PSD não cede à chantagem do Chega”, mas que parece obrigar o PS a fazê-lo.

Para Vasco Cordeiro, “os partidos de direita e da extrema direita constituem a principal ameaça ao sistema político dos Açores” e “há política nacional a mais e Açores”.

“PSD e Chega estão a tratar o futuro dos Açores, não em função dos interesses dos açorianos, mas em função dos diretórios partidários nacionais, nomeadamente a pensar nas eleições de 10 de março”, acusou ainda.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline