30/01/2023
 
 
Kiev pede aos cidadãos que estão no estrangeiro para não voltarem no inverno

Kiev pede aos cidadãos que estão no estrangeiro para não voltarem no inverno

AFP Jornal i 25/10/2022 16:19

Os ataques de mísseis e de drones russos entre 10 e 20 de outubro danificaram mais de 400 instalações em 16 regiões ucranianas, incluindo dezenas de infraestruturas de energia. 

Iryna Vereshchuk, vice-primeira-ministra ucraniana e chefe de reintegração dos territórios ocupados, pediu esta terça-feira aos cidadãos ucranianos que se encontram no estrangeiro para não regressarem ao seu país durante o inverno, devido à difícil situação energética. 

"Peço que não voltem. Precisamos de sobreviver ao inverno. Infelizmente, as redes não vão aguentar. Vocês veem o que a Rússia está a fazer. Se tiverem possibilidade, passem o inverno no estrangeiro, por enquanto", disse a governante, em declarações à estação pública de televisão ucraniana. 

Vereshcuk disse ainda que a Rússia está a aterrorizar a população civil, considerando que isso é um sinal de que Moscovo não está a conseguir derrotar as forças de Kiev no campo de batalha. 

De acordo com as autoridades ucranianas, os ataques de mísseis e de drones russos entre 10 e 20 de outubro danificaram mais de 400 instalações em 16 regiões ucranianas, incluindo dezenas de infraestruturas de energia. 

Andriy Kostin, procurador-geral da Ucrânia, revelou também que desde que começou a guerra, a 24 de fevereiro deste ano, a Rússia lançou 85 ataques contra centrais ucranianas, sendo que destes, 51 foram foram no mês de outubro. Os ataques provocam danos em cerca de 40% da infraestrutura energética da Ucrânia.

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline