07/02/2023
 
 
Grávida morre durante transferência após falta de vagas no Hospital de Santa Maria

Grávida morre durante transferência após falta de vagas no Hospital de Santa Maria

Bruno Gonçalves Jornal i 29/08/2022 21:01

A grávida recorreu ao serviço de urgência na passada segunda-feira. Chegou com “um quadro de hipertensão arterial já com 6 dias e dispneia”, embora não tivesse um historial de doenças nem uma medicação regular para este tipo de problema.

Uma grávida de 34 anos morreu no sábado depois de sofrer uma paragem cardiorrespiratória quando estava a ser transferida de ambulância do Hospital de Santa Maria para o Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa.

Segundo um relatório médico, mencionado pela TVI, a mulher foi “obrigada” a mudar de unidade hospitalar, dado que o Hospital de Santa Maria “não tinha vaga no Serviço de Neonatologia para internar o bebé quando fosse provocado o parto”.

A grávida recorreu ao serviço de urgência do Santa Maria no passado dia 22 de agosto, segunda-feira. Chegou com “um quadro de hipertensão arterial já com 6 dias e dispneia”, embora não tivesse um historial de doenças nem uma medicação regular para este tipo de problema. Mais tarde, foi-lhe diagnosticada “pré-eclâmpsia grave e restrições de crescimento uterino”. 

Posto isto, era “urgente provocar o parto”. Mas como não havia vaga para internar o bebé à nascença, a mulher foi transferida para o Hospital de São Francisco Xavier.

Na transferência, a grávida sofreu uma paragem cardiorrespiratória “que durou 17 minutos”. Já no hospital, entrou em coma profundo até ter sido detetada morte cerebral. O óbito foi declarado no sábado, mas foi possível salvar o bebé "graças a um parto de cesariana feito de urgência".

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline