23/01/2022
 
 
É "aquele que 'dá o peito às balas'", diz Ana Paula Vitorino sobre o marido Eduardo Cabrita

É "aquele que 'dá o peito às balas'", diz Ana Paula Vitorino sobre o marido Eduardo Cabrita

Miguel Silva Jornal i 03/12/2021 19:46

"Sempre disse que o Eduardo é a melhor parte de mim. Não é 'apenas' o meu amor, o grande amor da minha vida, é também a pessoa, o político e profissional que eu admiro. É uma pessoa íntegra, honesta e responsável", afirmou a ex-ministra do Mar.

Ana Paula Vitorino, ex-ministra do Mar (2015-2019) e mulher do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, deixou uma declaração ao marido nas redes sociais pouco antes de o governante apresentar a sua demissão.

“Sempre disse que o Eduardo é a melhor parte de mim. Não é 'apenas' o meu amor, o grande amor da minha vida, é também a pessoa, o político e profissional que eu admiro. É uma pessoa íntegra, honesta e responsável.”, começou por dizer a mulher, de 59 anos, que atualmente exerce funções como Presidente do Conselho de Administração da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes.

Ana Paula Vitorino recorda ainda Jorge Coelho, falecido em abril último, que lhe dizia que o marido é “o último dos impolutos”. “O Eduardo é um homem competente que ‘leva a carta a Garcia’. E é também aquele que nunca nega solidariedade e lealdade, aquele que ‘dá o peito às balas’ para defender aquilo em que acredita, mesmo não tendo culpa nenhuma, mesmo em prejuízo de si próprio. É generoso e amigo do seu amigo, mesmo num mundo que se transformou em desapego e indiferença de memória curta”, sublinhou.

“O Eduardo é um Homem com letra maiúscula e terá sempre o meu apoio e o meu agradecimento por tudo o que tem trazido de bom à minha vida e pela mais-valia que tem sido para o nosso País. Bem hajas!”, terminou.

Eduardo Cabrita apresentou, esta sexta-feira, o pedido de demissão de ministro da Administração Interna, após ser conhecido que o motorista que conduzia o carro onde seguia e que atropelou mortalmente um trabalhador na A6 foi acusado de homicídio por negligência pelo Ministério Público (MP).

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline