23/10/21
 
 
Radares por todo o lado a partir do final do ano

Radares por todo o lado a partir do final do ano

João Girão Marta F. Reis e Vítor Rainho 24/09/2021 15:44

O Nascer do SOL revela-lhe tudo o que vai mudar com os novos radares de controlo de velocidade, alguns já em testes apesar de os contratos ainda não estarem assinados – mas estão quase. Estarão a todo o gás no último trimestre de 2022. E não é só a ANSR que terá novos aparelhos, PSP e GNR preparam revolução na caça aos infratores. E Lisboa prepara-se para avançar com limite de 30km/h.

Por Marta F. Reis e Vítor Rainho

A vida dos condutores aceleras - e não aceleras - vai ficar muito mais difícil com a entrada em funcionamento de novos radares e a multiplicação de controlos. Para se ter uma ideia, nos testes que estão a ser feitos, só na Avenida de Ceuta, em Lisboa, um condutor pode passar a ser ‘autuado’ três vezes. Duas pelos radares fixos e uma pela Polícia Municipal - isto se a PSP não decidir também mandar uma patrulha para o local. «Lisboa vai ficar com mais de 40 radares fixos, e a PSP e a Polícia Municipal também têm novos aparelhos. Andar em excesso de velocidade - e muitas ruas e avenidas vão ter como limite máximo 30 quilómetros por hora - será um ato completamente suicida’», explica uma fonte ligada ao processo.

Um exemplo muito comentado é o do sinal perto do Aqueduto das Águas Livres onde atualmente já só é possível andar a 40. Acontece que é uma descida e, consequentemente, uma subida muito acentuada, e com os novos radares em funcionamento serão poucos os que não serão autuados. Pelo menos numa primeira fase, até se habituarem a «conduzirem parados», como refere fonte policial.

Leia aqui a notícia na íntegra.

Ler Mais


Especiais em Destaque

×

Pesquise no i

×