3/8/21
 
 
Portimão. Autarca constituída arguida por vacinação indevida contra a covid-19

Portimão. Autarca constituída arguida por vacinação indevida contra a covid-19

Facebook/Isilda Gomes Jornal i 28/05/2021 15:28

Em causa está o facto de a autarca ter recebido, em janeiro, as duas doses da vacina contra a covid-19, quando fazia voluntariado no Hospital de Campanha do Portimão Arena.

A presidente da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Gomes, foi constituída arguida por vacinação indevida contra a covid-19. A informação foi avançada, esta sexta-feira, pela TVI24.

Em causa está o facto de a autarca ter recebido, em janeiro, as duas doses da vacina contra a covid-19, quando fazia voluntariado no Hospital de Campanha do Portimão Arena.

Na altura, o município de Portimão explicou que Isilda Gomes "dedica diariamente enquanto cidadã e voluntária uma parte do seu dia a promover visitas virtuais de familiares aos doentes Covid que estão internados no Hospital de Campanha do Portimão Arena e que é operacionalizado pelo Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA)".

"Na data da abertura do CHUA Arena, todos os que exerciam funções foram vacinados", e o mesmo foi “solicitado a Isilda Gomes na qualidade de voluntária do projeto Visitas Virtuais, tendo sido esta condição necessária para que pudesse exercer esta função".

Ao jornal Observador, a autarca justificou a vacinação com o seu estado de saúde. “Tenho 69 anos, sou obesa e hipertensa”, afirmou.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×