6/3/21
 
 
Von der Leyen adverte para a compra paralela de vacinas

Von der Leyen adverte para a compra paralela de vacinas

Jornal i 15/01/2021 17:39

As declarações da presidente da Comissão Europeia surgem depois de vários países terem assinado contratos paralelos para adquirir mais doses da vacina contra a covid-19

A presidente da Comissão Europeia (CE), Ursula von der Leyen, defendeu esta sexta-feira, a unidade dos 27 países da União Europeia (UE), que "compensou durante toda a crise" pandémica, e advertiu para a compra paralela de vacinas contra o novo coronavírus.

Em conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro, António Costa, no âmbito da presidência portuguesa do Conselho da UE, Von der Leyen afirmou que "os países que agiram isolados não tiveram qualquer êxito".

"Vimos que os países que agiram isolados não tiveram qualquer êxito, enquanto nós, que trabalhámos em conjunto, tivemos mais êxito e mais força, o que não teria sido possível de outra forma", afirmou. 

As declarações de von der Leyen surgem depois de vários países terem assinado contratos fora da CE para adquirir mais doses da vacina contra a covid-19. "Não podem ocorrer negociações paralelas nem contratos paralelos, pois não queremos interromper os poderes de negociação de 450 milhões de europeus", advertiu.

 

 

 

 

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×