21/10/19
 
 
As novas caras do Parlamento

As novas caras do Parlamento

Ana Petronilho 08/10/2019 10:22

Entre os 230 deputados que vão tomar posse para a próxima legislatura há estreantes, depois de três partidos terem ganho assento parlamentar. 

Livre Joacine Katar Moreira 

Joacine Katar Moreira tem 37 anos e nasceu na Guiné-Bissau. Cresceu com os avós e quando tinha oito anos a avó decidiu enviá-la para Portugal para estudar num colégio interno em Mafra. Tirou uma licenciatura em História Moderna e Contemporânea – vertente de Gestão e Animação de Bens Culturais, tem ainda um mestrado em Estudos do Desenvolvimento e um doutoramento em Estudos Africanos pelo ISCTE, onde ainda é investigadora do Centro de Estudos Internacionais. Enquanto estudou, trabalhou em supermercados e em hotéis para pagar as propinas. Nas últimas legislativas estava na 22.º posição da lista de candidatos por Lisboa.

Chega André Ventura

André Ventura saiu do PSD em 2018 para criar o Chega. Na altura, era vereador da Câmara de Loures. Ganhou notoriedade pelas opiniões polémicas entre as quais, castração química de pedófilos, reduzir para 100 o número de deputados, instituir a prisão perpétua ou extinguir o Ministério da Educação, sendo associado à extrema-direita. É adepto ferrenho do Benfica, gosta de ciclismo, escreveu um romance e, até se apaixonar, quis ser padre. É fluente em inglês, espanhol, árabe, francês e hebraico. Tem 36 anos e é licenciado em Direito pela Universidade Nova, com média de 19 valores. Mais tarde, doutorou-se em Direito Público pela University College Cork, na Irlanda.

Iniciativa Liberal João Cotrim de Figueiredo

João Cotrim de Figueiredo é o primeiro deputado eleito do Iniciativa Liberal. Tem 58 anos, é gestor, empresário e, durante o Governo de Passos Coelho, foi presidente do Turismo de Portugal. Quando terminou o mandato, em 2015, foi eleito vice-presidente da European Travel Commission. Antes de entrar no mundo do turismo, entre 2000 e 2006, liderou a Compal e a Nutricafés. Seguiu-se a Privado Holding, dona do BPP, e entre 2010 e 2011 esteve na direção-geral da TVI. Nasceu em Lisboa, onde estudou na Escola Alemã e aos 18 anos rumou a Londres para tirar a licenciatura de Economia pela London School of Economics. Quando regressou tirou um MBA na Nova.

PAN Bebiana Cunha

A psicóloga Bebiana Cunha é outra estreia tendo sido eleita deputada do PAN pelo Porto. Já em 2015, Bebiana Cunha tinha sido a escolha do partido para liderar a lista de candidatos pelo Porto, mas não foi eleita. Em 2017, nas últimas autárquicas, foi a candidata do PAN à Câmara do Porto, tendo sido eleita deputada municipal. Bebiana Cunha tem 33 anos, nasceu no Porto e cresceu perto de Amarante. É licenciada em Psicologia e mestre em Relações Intergeracionais pela Universidade do Porto. Exerce funções como psicóloga desde 2008. Aderiu ao PAN em 2011, pouco depois da formação do partido, e hoje faz parte da Comissão Política Permanente e da Comissão Política Nacional.

PS Maria Begonha

A 13.ª líder da JS, Maria Begonha, é cara nova no Parlamento. Próxima de Duarte Cordeiro e de Pedro Nuno Santos, na altura da sua eleição (no ano passado) Maria Begonha viu-se envolvida em polémica, com um militante da JS a apresentar uma denúncia no MP a acusá-la de ter alterado o seu currículo para beneficiar de avenças na Câmara de Lisboa. Foi assessora política de Duarte Cordeiro, enquanto o atual governante assumiu a vice-presidência da autarquia. O caso está a ser investigado pelo MP. Tem 30 anos, é alfacinha e tem uma relação com o deputado socialista Diogo Leão. Licenciada em Ciência Política e Relações Internacionais pela Nova, frequentou o mestrado na mesma área. 

PSD Filipa Roseta

Liderou a lista por Lisboa e é uma das caras novas no grupo parlamentar do PSD. Diz que entrou na política porque o país bateu no fundo com o processo que envolve José Sócrates e promete bater-se, na Assembleia da República, para resolver os problemas da habitação. Desde muito cedo que começou a ouvir falar de política em casa ou não fosse filha do ex-ministro Pedro Roseta e da antiga deputada Helena Roseta. É professora universitária e, nos últimos dois anos, foi a responsável na câmara de Cascais pela Gestão Territorial, Inteligência Territorial e Ordenamento do Território.  Agora promete continuar  exercer um mandato de proximidade no parlamento. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×