14/11/19
 
 
Presidente das Filipinas afirma ter curado a sua homossexualidade

Presidente das Filipinas afirma ter curado a sua homossexualidade

AFP SOL 03/06/2019 10:28

Enquanto acusava o seu oponente político de ser homossexual, o Presidente das Filipinas admitiu já se ter sentido "um pouco gay". 

“Eu era gay antes de me curar”. Quem o disse foi o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, durante um discurso na cidade de Tóquio, na passada quinta-feira.

A afirmação foi feita por Duterte enquanto acusava o seu oponente político, Antonio Trillanes de ser homossexual. O Presidente confessou ter-se sentido também “um pouco gay” enquanto estava casado com a sua ex-mulher, Elizabeth Zimmerman e que encontrou a cura ao conhecer a sua atual parceira, Honeylet Avanceña. “Tornei-me um homem outra vez! As mulheres bonitas curaram-me”, afirmou. 

Duterte é conhecido por fazer publicamente comentários controversos sobre a comunidade LGBT. Em março de 2017, o Presidente disse à população filipina ser contra os casamentos do mesmo sexo e que nas Filipinas não seria reconhecido o casamento entre dois homens ou duas mulheres mas no final do ano, já afirmava que os direitos da comunidade LGBT seriam protegidos durante a sua presidência.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×