19/9/19
 
 
Quem é quem? Famosos que tiveram de recorrer a testes de ADN

Quem é quem? Famosos que tiveram de recorrer a testes de ADN

Instagram Joana Marques Alves 22/04/2019 20:20

O caso de Julio Iglesias tem dado muito que falar nos últimos tempos, mas o cantor espanhol não é a única celebridade envolvida em escândalos de paternidade. O i recolheu alguns dos casos mais mediáticos em Portugal e lá fora.

Portugal-Brasil. Um caso dividido por um oceano
António Rodrigues foi obrigado este mês a assumir a paternidade de um menino de oito anos, filho de Armanda Carvalho, uma brasileira que garante ter mantido uma relação com o empresário durante anos. O comendador, que tem uma fortuna avaliada em 1038 milhões de euros, recusou-se a fazer o teste de ADN por quatro vezes. Por isso, o Supremo Tribunal de Justiça declarou-o pai do pequeno Álvaro, que reside atualmente no Brasil. A lei diz que quando o suposto pai se recusa a fazer o teste de paternidade, é dado como progenitor “por defeito”.

Um segredo (não) muito bem guardado
José Pereira, ex-marido de Kátia Aveiro, foi intimado no ano passado pelo tribunal a fazer um teste de paternidade e o resultado não deixou margem para dúvidas: o ex-cunhado de Cristiano Ronaldo é o pai de Brian, fruto de uma relação com Alexandra Ferreira, antiga concorrente do reality show Casa dos Segredos. Após uma longa batalha judicial, José Pereira viu-se assim obrigado a pagar uma pensão de alimentos a Alexandra. Segundo uma notícia do Correio da Manhã publicada no ano passado, José, que tem dois filhos em comum com Katia Aveiro, não dava qualquer sinal de querer estabelecer uma relação com o filho.

As irmãs improváveis
Um teste de paternidade feito em 2011 acabou com as dúvidas: a jornalista da RTP Ana Ribeiro e a atriz Alexandra Lencastre eram filhas do mesmo homem, Jacinto Pedrosa. A mãe de Ana Ribeiro teve um caso com Jacinto quando este era casado com Gisa, mãe de Alexandra Lencastre. A futura jornalista nasceu três meses depois daquela que viria a ser uma das atrizes mais aclamadas do nosso país. Ana foi registada como filha de “pai incógnito” e a mãe sempre lhe disse que o progenitor tinha morrido na guerra, mas a jornalista nunca desistiu e acabou por descobrir, aos 42 anos, a identidade do pai.

Quando o teste revela quem não é o pai da criança
Após uma longa batalha judicial e dois testes de paternidade com resultados negativos, Toy conseguiu provar que não era o pai de Gabriel. O cantor teve uma relação extraconjugal com Elisabete Silva, uma cabeleireira do Porto. Elisabete engravidou e, durante anos, afirmou que Toy era o pai da criança. Apesar de o ADN provar o contrário, a mulher, que morreu no ano passado, continuou sempre a afirmar que Gabriel era filho do músico. O tribunal decretou que Elisabete tinha de pagar uma indemnização no valor de 2500 euros, mas Toy abdicou desta quantia em troca de um pedido de desculpas.

If you wanna be my daddy, you gotta get with my mummy
Mel B e Eddie Murphy tiveram alguns encontros em 2006. O que nenhum deles estava à espera era que a spice girl engravidasse. O ator começou por negar ser o pai da criança, o que levou Mel B a fazer um teste de paternidade quando a bebé tinha apenas dois meses. Os resultados foram muito claros: Eddie Murphy é mesmo o pai de Iris. E o que começou por ser uma família cheia de problemas, acabou por se tornar num clã muito unido: em 2014, Mel B disse ao jornal Guardian que os três costumam jantar com frequência e passar férias juntos.

Uma socialite, uma bebé e dois rappers
A gravidez de Kylie Jenner foi mantida em segredo durante muito tempo - a rainha do Instagram (tem 132 milhões de seguidores) não publicou uma única foto do seu corpo e nunca confirmou que estava grávida. Assim que Stormie nasceu, os fãs ficaram loucos com o vídeo que Kylie partilhou a documentar os nove meses. Mas o que também deu muito que falar foi a paternidade da criança: Kylie sempre disse que o rapper Travis Scott era o pai da bebé, mas o ex-namorado da irmã de Kim Kardashian, Tygga, exigiu um teste de paternidade pois achava que era ele o pai de Stormie. Deu negativo.

Uma belieber à procura de cinco minutos de fama
Há quem tente aproveitar-se da comunicação social para ter cinco minutos de fama. Uma mulher deu várias entrevistas a dizer que tinha dado à luz um filho de Justin Bieber. O cantor canadiano disponibilizou-se de imediato para fazer um teste de paternidade, fornecendo amostras de ADN “sob medidas de segurança apertadas”, mas assim que Bieber quis avançar para tribunal para esclarecer tudo, a mulher decidiu retirar a queixa e nunca mais voltou a tocar no assunto...

As respostas surgem mesmo após a morte
Quando James Brown morreu, em 2006, deram entrada vários pedidos de testes de paternidade: algumas diziam ser filhas do músico, outras garantiam ter dado à luz pequenos Brown. Foi o caso de Tomi Rae Hynie, que dizia que o seu filho de seis anos era também filho de James Brown. Os herdeiros e advogados do artista negaram todas as afirmações, mas os testes de ADN acabaram por provar que a criança era, de facto, filha do artista. Apesar de na altura da descoberta já ter falecido, James Brown foi registado como pai do menino.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×