20/11/19
 
 
Lojas da Avenida de Liberdade preocupadas com coletes amarelos

Lojas da Avenida de Liberdade preocupadas com coletes amarelos

Bruno Gonçalves Tatiana Costa 20/12/2018 16:53

Manifestação de coletes amarelos na capital leva a reforço de segurança em marcas de luxo

O ambiente natalício na Avenida da Liberdade, uma das vias mais movimentadas da capital, não faz adivinhar qualquer preocupação com o protesto dos coletes amarelos, marcado para amanhã. No entanto, há lojas que vão reforçar medidas de segurança.

As pessoas passeiam tranquilamente pela avenida e ruas circundantes, vão espreitando as montras enfeitadas com várias luzes de Natal. Tudo parece igual a épocas festivas passadas.

Mas dentro de portas, vários funcionários das lojas de luxo, que pintam a avenida da Liberdade de uma ponta à outra, admitiram ao i estar preocupados com o protesto, marcado para vários pontos do país.

Para os funcionários, a maior preocupação é a de que um dos pontos de protestos dos coletes amarelos, em Lisboa, seja a zona do Marquês de Pombal, e que isso possa afetar o número de clientes e consequentemente as vendas.

Um funcionário de uma loja de luxo disse ao i que amanhã irão reforçar o número de seguranças presentes na loja, mas adiantou que não estão a contar que se chegue a confrontos e a distúrbios iguais aos dos últimos sábados em França.

Noutro estabelecimento, uma funcionária adiantou que os trabalhadores já receberam um email com algumas indicações de reforço de segurança, admitindo que estão "precavidos" para o que poder vir a acontecer. Uma dessas medidas poderá ser mesmo o fecho da loja, mas a empregada da loja sublinhou que não poderia revelar mais nada sobre as normas internas da loja

Por outro lado, também há quem diga que não recebeu ainda qualquer indicação de que as medidas de segurança irão ser reforçadas, embora admitam fechar as portas se a situação se complica.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×