21/9/18
 
 
Incêndios. Presidente da Câmara de Pedrógão Grande vai distribuir 350 mil euros por agricultores

Incêndios. Presidente da Câmara de Pedrógão Grande vai distribuir 350 mil euros por agricultores

Diana Tinoco Jornal i 24/08/2018 10:26

Valdemar Alves responde às acusações feitas na reportagem da TVI

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Valdemar Alves, anunciou esta sexta-feira que vai distribuir donativos no valor de 350 mil euros, por agricultores de todo o concelho, que perderam “barracões agrícolas”. Para além disto, Valdemar Alves aproveitou para responder à reportagem realizada pela TVI.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o autarca explica qual o objetivo desta entrega. “Atendendo ao parco apoio para tantas perdas agrícolas, o objetivo passará por efetuar uma entrega com distribuição igualitária deste montante por todas as pessoas que perderam barracões agrícolas em consequência dos incêndios de 17 de junho de 2017”.

Valdemar Alves diz ainda que o valor total dos donativos que está disponível para ser utilizado no contexto dos danos causados pelo incêndio é de 247.020,04 euros.

O comunicado surge na sequência da reportagem da TVI, que fala sobre o compadrio relativo à seleção das casas, que denunciou vários casos em que os serviços municipais responsáveis pela recolha e elaboração dos processos candidatos aos fundos favorecem casas de segunda ou terceira habitação em detrimento de casas de primeira habitação.

Valdemar Alves refere que a “Câmara Municipal de Pedrógão Grande não deteve, detém ou deterá qualquer conta bancária ou valor monetário referente à reconstrução de habitações. Todos os donativos efetuados foram diretamente para o REVITA, sendo que as instituições privadas (com ou sem fins lucrativos), que decidiram não integrar o Revita [fundo que gere os donativos], efetivaram o seu apoio às habitações de modo direto. Estes dinheiros nunca, em qualquer circunstância, estiveram ou virão a estar na posse ou sob a gestão da Câmara Municipal”, e acrescenta que “nunca a Câmara Municipal entregou qualquer verba a quem quer que fosse para que promovesse diretamente alguma construção, como foi mencionado na reportagem”.

“Face à gravidade das denúncias veiculadas na reportagem transmitida pela estação de televisão TVI em 22 de agosto, denominada ‘Repórter TVI – Compadrio’, e face ao respetivo teor com imputações graves e difamatórias” feitas ao presidente da Câmara de Pedrógão Grande, este vai “submeter à apreciação do Ministério Público todas as denúncias que foram ali tratadas, para que seja averiguada a existência ou não de ilícitos criminais, podendo ainda vir a submeter outras que venham a ser concretizadas”, lê-se no comunicado.

O autarca acrescenta ainda que vai “participar criminalmente contra a jornalista e todos os responsáveis editoriais daquela estação televisiva, designadamente pelas imputações difamatórias que são feitas a título perentório e parcial, e sem respeito pela presunção de inocência”.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×