19/11/17
 
 
Costa admite nova revisão do contrato com SIRESP

Costa admite nova revisão do contrato com SIRESP

João Girão Joana Marques Alves 28/06/2017 17:12

Primeiro-ministro respondia à deputada Heloída Apolónia

António Costa admitiu esta quarta-feira, durante o debate quinzenal, rever o contrato do SIRESP, o sistema de comunicações usado durante o incêndio em Pedrógão Grande.

Heloísa Apolónia,  do Partido Ecologista Os Verdes, recordou que o primeiro-ministro se comprometeu com a revisão dos contratos com as empresas que suportam o SIRESP. "É preciso rever os próprios contratos, porque muitas vezes são estes que são condescendentes e permitem as falhas", acrescentou a deputada.

Em resposta, Costa defendeu que todos os contratos devem ser revistos e que o do SIRESP já o foi por duas vezes.

"Portugal não pode continuar a ser uma eucaliptolândia"

Durante a sua intervenção, Heloísa Apolónia recordou que a “lei do eucalipto”, aprovada pelo governo anterior, promovia o aumento da extensão desta espécie. Portugal não pode continuar a ser uma eucaliptolândia", acrescentou.

Costa respondeu à deputada dos Verdes, dizendo que a lei do reordenamento florestal  serve para travar a plantação do eucalipto.

"Não basta ter rearborização mas sim um novo reordenamento florestal. Naquela zona, a carga de combustível não se resume ao eucaplipto mas a uma enorme desertificação (…) É necessário um ordenamento florestal que permita às populações ter rendimento para os seus netos e para o seu dia-a-dia", afirmou.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×