16/11/18
 
 
Capucho desiste de voltar ao PSD. “Não estou para aí virado”

Capucho desiste de voltar ao PSD. “Não estou para aí virado”

Diana Tinoco Luís Claro 30/08/2018 13:18

Histórico do PSD anunciou o regresso, mas recusa perder a antiguidade. “Uma impossibilidade jurídica” no entender do partido

António Capucho manifestou várias vezes a intenção de regressar ao PSD com Rui Rio na liderança, mas não se entende com o partido e vai manter-se como independente. “Não estou para aí virado. Mantenho-me como independente”, diz ao i o ex-secretário-geral do partido.

António Capucho, um dos principais críticos da governação de Passos Coelho, queria voltar, mas não está disposto a perder a antiguidade. Só o faria se voltasse a ser o militante número 326. O PSD classifica a exigência do histórico do partido como “uma impossibilidade jurídica”.

A história já é longa e começou nas autárquicas de 2013 com António Capucho a candidatar-se numa lista independente à Assembleia Municipal de Sintra. Foi expulso no início do ano seguinte juntamente com Marco Almeida, candidato à câmara de Sintra, e outros militantes que integraram as listas.

O afastamento do partido começou com a chegada de Passos Coelho à liderança. Ao ponto de apoiar os socialistas nas eleições europeias e legislativas. Participou, em 2015, na Convenção Nacional do PS, para apoiar publicamente António Costa.

A reaproximação deu-se quase três anos depois com a eleição de Rui Rio para a liderança. Capucho chegou a dar o regresso como certo. Apresentou um requerimento para anular a decisão que conduziu à sua expulsão, mas não foi bem sucedido. Uma fonte ligada ao processo explica que a única forma de Capucho ser novamente militante é voltar a inscrever-se no partido, porque o processo “transitou em julgado e ele não recorreu na devida altura”.

“ISSO EU NÃO FAÇO” Capucho reage com a garantia de que não está “disponível para preencher uma nova ficha de inscrição e para perder a antiguidade. Isso eu não faço”.

O ex-autarca de Cascais argumenta que o PSD reconheceu “implicitamente” o “erro que cometeu” nas autárquicas de 2013, porque nas eleições seguintes acabou por apoiar a candidatura de Marco Almeida à câmara de Sintra. “Não estão a fazer nenhum esforço para repescar esses militantes e reconciliar a família social-democrata em Sintra. Até agora não fizeram nada. Estão mudos e quedos”, lamenta Capucho. Marco Almeida regressou recentemente ao PSD com a garantia de que acredita na liderança de Rui Rio e quer “ajudar à vitória do PSD nas eleições de 2019”.

CAPUCHO NA CAMPANHA Capucho é um dos militantes mais antigos do PSD e ajudou Sá Carneiro a fundar o partido. Ocupou quase todos os cargos durante quarenta anos. Foi secretário-geral, líder do grupo parlamentar, deputado e ministro. O último cargo que ocupou na vida política foi o de presidente da câmara de Cascais.

O seu regresso foi, porém, mal recebido por alguns sociais-democratas que não lhe perdoam o facto de ter apoiado António Costa nas últimas eleições legislativas. Carlos Abreu Amorim, um dos mais fervorosos apoiantes de Passos Coelho, foi um dos que o acusou de se ter ido “oferecer” ao PS.

O nome de Capucho, apesar de já não ser militante, esteve envolvido na campanha interna do PSD. Santana Lopes, na apresentação da candidatura em Santarém, criticou aqueles que “viraram a cara” ao PSD no tempo de Passos Coelho e andaram “a patrocinar movimentos para derrotar candidatos do meu partido”.

O regresso de Capucho ao partido a que pertencia deste 1974, que acabou por não se concretizar, foi também aplaudida por militantes como Pacheco Pereira. “Vejo, com certeza, com bons olhos o regresso de António Capucho ao partido. É um social-democrata de toda a vida”, disse, no programa Quadratura do Círculo, Pacheco Pereira.

O comentador e militante social-democrata contestou a expulsão de Capucho. Pacheco lembrou, nessa altura, que “quase todas as pessoas envolvidas no escândalo do BPN são militantes do PSD e não perderam a sua militância”.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×