14/11/18
 
 
Conselho Metropolitano do Porto quer Eurovisão no Europarque

Conselho Metropolitano do Porto quer Eurovisão no Europarque

Marta Cerqueira 20/05/2017 17:06

O presidente do Conselho Metropolitano do Porto considera que o Europarque reúne mais condições para receber o festival do que o Meo Arena

 

Ainda alguns estão a saborear a vitória da semana passada e já outros pensam no que aí vem.

Portugal ganhou no passado sábado, pela primeira vez, o Festival Eurovisão da Canção, com "Amar pelos dois", interpretada por Salvador Sobral, e vai organizar no próximo ano o evento.

O presidente do Conselho Metropolitano do Porto, Emídio Sousa, acredita que o Europarque, em Santa Maria da Feira, deve ser considerado no processo de escolha do local.

"A Área Metropolitana do Porto tendo um equipamento de excelência como o Europarque, localizado em Santa Maria da Feira, poderia vir a receber o festival da Eurovisão. Penso que com uma verba, talvez, inferior a 10 milhões de euros, seria possível realizar o evento", afirmou Emídio Sousa, em declarações à Lusa.

Em sua defesa, Emídio Sousa garante que o Europarque, além das condições necessárias, tem ainda, num raio de 30 quilómetros, "mais de oito mil quartos, fica próximo do aeroporto e das grandes linhas ferroviárias".

O autarca considera que em relação ao Meo Arena, em Lisboa, que tem sido apontado como o provável local para a realização da próxima edição do Festival Eurovisão, o Europarque tem a vantagem de dispor de mais espaço de trabalho para acolher os diferentes grupos.

"O Meo Arena, em termos de condições de espetáculo, tem excelentes condições, mas em termos de restantes espaços, nós estaremos tão bem ou até melhor do que o Meo Arena", frisou.

A estimativa de custos, tendo em conta as organizações feitas noutros países, é de 30 a 50 milhões de euros.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×