17/04/2024
 
 
Putin considera "absurdo" que a Rússia ataque a Europa depois da Ucrânia,

Putin considera "absurdo" que a Rússia ataque a Europa depois da Ucrânia,

AFP Jornal i 28/03/2024 10:06

O chefe de Estado afirmou que a Rússia não tem "nenhuma intenção agressiva em relação a esses países".

O presidente russo, Vladimir Putin, numa reunião com pilotos militares na região de Tver, no norte do país, considerou que as declarações do Ocidente, de que a Rússia, depois da Ucrânia, pretende atacar a Europa, são um “total absurdo”.

O chefe de Estado, citado pelos media russos, esta quinta-feira, indicou que: “O que dizem sobre irmos atacar a Europa depois da Ucrânia é um disparate total, é intimidação da sua população”.

Putin refere que “os satélites dos EUA temem uma Rússia grande e forte”, acrescentando que não tem “nenhuma intenção agressiva” em relação aos países da Europa.

O líder da Rússia disse que a possibilidade de “um ataque a outros países, como à Polónia e aos países bálticos” é um “total absurdo”, classificando as declarações sobre a ameaça russa como “simples delírios”.

Putin lembrou também que, em 2022, a despesa militar dos Estados Unidos da América (EUA), líder da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), foi de 811 milhões de dólares (aproximadamente 749 milhões de euros), sendo que a da Rússia foi apenas de 72 milhões.

“Com essa correlação vamos lutar com a NATO? É um disparate”, sustentou o presidente Russo.  

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline