08/12/2022
 
 
Inglaterra-Irão marcado por gesto de protesto

Inglaterra-Irão marcado por gesto de protesto

AFP Jornal i 21/11/2022 16:22

Jogadores da seleção inglesa ajoelharam-se contra opressão no Qatar e os da seleção iraniana ficaram em silêncio durante o hino, num alegado protesto contra a violência do regime no seu país. Jogo acabou com goleada dos ingleses frente à equipa treinada pelo português Carlos Queiroz.

A Inglaterra estreou-se no Mundial esta segunda-feira frente ao Irão com os seus jogadores ingleses a ajoelharam-se em campo, antes do apito inicial do jogo frente ao Irão. O gesto pretende ser uma chamada de atenção para a opressão no Qatar e um alerta para a necessidade do respeito dos Direitos Humanos.

O Mundial do Qatar continua a dar que falar dentro e fora das quatro linhas e vale a pena relembrar que os capitães de nove seleções pretendiam usar a braçadeira da comunidade LGBTQI+, mas a FIFA ameaçou punir os capitães com cartão amarelo mesmo antes do jogo começar.

Como não puderam protestar usando as braçadeiras, recorreram ao famoso protesto usado contra o racismo e a homofobia para chamar à atenção e a verdade é que este protesto já está a correr o mundo.

Já a seleção do Irão decidiu não cantar o hino do país, num gesto de aparente apoio aos protestos que há dois meses - desde a morte de Masha Amini, uma jovem morta pelas autoridades iranianas pelo uso incorreto do véu islâmico – têm ocorrido em várias cidades do país.

Inglaterra (Grupo B) estreou-se na competição com uma goleada, vencendo o jogo contra o Irão, de Carlos Queiroz, por 6-2.

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline