07/07/2022
 
 
A vitória dos triplos

A vitória dos triplos

AFP Vítor Rainho 18/06/2022 16:30

Os Golden State Warriors e Stephen Curry foram os grandes vencedores da NBA. O jogador, ao anel de campeão, juntou o troféu de MVP (jogador mais valioso) da final.

Chegou ao fim mais uma temporada da NBA com um campeão improvável, se atendermos às expectativas do início do campeonato: os Golden State Warriors conseguiram o seu quatro título, depois de uma travessia de alguns anos, marcadas por lesões dos seus principais jogadores. Mas o trio maravilhacomposto por Stephen Curry, Klay Thompson e Draymond Green superou todas as adversidades e conseguiu o anel de campeão, depois de o já ter alcançado em 2015, 2017 e 2018.

Na final, à melhor de sete, os Warriors até estiveram a perder por 2-1 e muitos acreditavam que os Bolton Celtics iriam afastar-se dos Los Angels Lakers, conquistando o seu 18.º campeonato, mas Stephen Curry, o jogador com mais triplos da história da NBA, não esteve para aí virado e tratou de marcar mais 34 pontos no sexto jogo, que a sua equipa venceu por 103-90, no  mítico pavilhão dos Celtics. Para já, os Lakers e os Celtics continuam empatados com 17 vitórias na prova mais importante do mundo, no que ao basquetebol diz respeito.

O trio maravilha da equipa de São Francisco começou a ser desenhado em 2009, quando o melhor ‘triplista’ da história chegou à equipa. Os outros dois cavaleiros dos pavilhões, Klay Thompson e Draymond Green, juntar-se-iam a Curry, em 2011 e 2012, dando início a um capítulo dourado dos Warriors.

Se é certo que em 2019 muitos vaticinaram o fim do trio maravilha, devido às sucessivas lesões, certo é que este ano, apesar de não ter feito uma fase de apuramento brilhante, a equipa chegou à fase decisiva em forma. Para o diário espanhol Marca, que segue avidamente a competição até pelo número de espanhóis que jogam na NBA, os Warriors e Curry tocaram o céu com esta vitória. E, ao anel de campeão, Curry somou o troféu de MVP, o jogador mais valioso da fase final, algo que nunca tinha alcançado. De acordo com o diário espanhol, Curry exibiu-se «sem complexos e fica na história dos intocáveis da NBA». 

Considerada a equipa que joga o basquetebol mais moderno, os Warriors arriscam, sem medo, os lançamentos de três pontos e impõem um ritmo de jogo muito difícil de acompanhar. 

Para trás ficou uma época miserável para os Lakers, em que os ‘velhinhos’ Anthony Davis, Russel Westbrook, Carmelo Anthony e Dwight Howard foram uma desilusão, não tendo conseguido acompanhar o imortal LeBron James. Também os Brooklyn Nets, de Kevin Durant, Kyrie Irving, o negacionista da covid-19, e James Harden, desiludiram e nem chegaram à fase decisiva da competição. Na nova época haverá muitas mudanças de equipas, mas os Dallas Mavericks de Luka Doncic e os Milwaukee Bucks de Giannis Antetokounmpo terão uma palavra a dizer.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline