29/06/2022
 
 
Ginastas pedem donativos para participar no Campeonato do Mundo no Azerbaijão

Ginastas pedem donativos para participar no Campeonato do Mundo no Azerbaijão

DR Redação 13/02/2022 20:45

Os orçamentos para cada atleta estão compreendidos entre os 1500 e 1900 euros. Aproximadamente 50 atletas juniores do país participarão na competição internacional.

Dezenas de atletas portugueses estão a criar campanhas de angariação de fundos com o objetivo de obter dinheiro suficiente para viajar até Baku, no Azerbaijão, e lá ficar de 3 a 6 de março para representar o país nesta competição mundial de ginástica acrobática.

A título de exemplo, Leonor Malho e Sofia Lopes, irmãs de 18 e 13 anos, respetivamente, são praticantes de ginástica acrobática do Sporting Club de Portugal e estão apuradas para representar Portugal no escalão 13/19 anos, Junior Elite. “Para conseguirmos ‘espalhar magia’ com a nossa ginástica precisamos do apoio de todos, qualquer ajuda é boa”, escreveram no gofundme, tendo já alcançado 3510 euros à hora de fecho desta edição. Ou seja, mais 1510 euros do que o valor estipulado inicialmente pelas vice-campeãs do Mundo em Genebra, na Suíça, no ano passado.

Por outro lado, as também irmãs Íris, Lara e Ema Fernandes ultrapassaram a meta de 3000 euros, tendo alcançado os 3515. “Acreditem que todos os dias treinamos como grandes guerreiras entre estudos e mais de 4 horas diárias sem nunca desistir! Chegámos as três até aqui com muita dedicação e agora só com a ajuda de todos é que conseguiremos chegar a Baku com Portugal no coração”, redigiram.

O clube Gimnofrielas, em Loures, disponibilizou um IBAN online para que todos possam contribuir. Este será representado por Vasco Bilro e Rafael Santos, estreantes em pares masculinos, enquanto Dinis Justinho e Maria Mendes, que estiveram no Mundial e Europeu em 2021, estão inscritos nos pares mistos.  “Portugal tem tido na acrobática campeões mundiais e europeus, pelo que a disciplina mereceria uma maior atenção. Para já, temos tido alguns apoios, mas ainda não são os suficientes”, disse Mauro Policarpo, treinador dos atletas, ao jornal Record.

Sabe-se que a Federação de Ginástica de Portugal /(FGP) patrocina no totalidade as despesas dos atletas seniores, mas não tem condições financeiras para assegurar as dos escalões mais jovens. Em declarações à MAGG, a Federação esclareceu que “em termos de apoio à participação dos ginastas nos Campeonato da Europa e Campeonato do Mundo, a FGP apoia financeiramente a 100% a Seleção Nacional - ginastas Seniores, treinadores nacionais, juízes, chefes de delegação e fisioterapeutas”. Tal como a Federação, os clubes não têm dinheiro para ajudar os seus atletas.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline