25/05/2022
 
 
Derek Chauvin confessa-se culpado das acusações de violação de direitos civis de George Floyd

Derek Chauvin confessa-se culpado das acusações de violação de direitos civis de George Floyd

AFP Jornal i 15/12/2021 16:46

O ex-polícia foi condenado por homicídio e homicídio involuntário e está a cumprir uma pena de 22 anos e meio de prisão.

O antigo agente da polícia de Minneapolis Derek Chauvin admitiu ter violado os direitos civis de George Floyd durante a detenção que matou o afroamericano em maio de 2020, provocando ondas de manifestações antirracistas por todo o mundo. Chauvin compareceu pessoalmente no tribunal federal esta quarta-feira de manhã para alterar a sua declaração de culpado.

O antigo-polícia é acusado de privar George Floyd dos seus direitos por colocar o joelho contra o seu pescoço – uma vez que o afroamericano disse que não conseguia respirar – e ainda de não ter prestado cuidados médicos a Floyd.

Chauvin já foi condenado por homicídio e homicídio involuntário e está a cumprir uma pena de 22 anos e meio de prisão. Mas enfrenta ainda mais duas acusações num caso separado envolvendo a contenção de um adolescente negro em 2017.

A prisão e morte de Floyd, que um espectador capturado em vídeo de telemóvel, desencadeou protestos em massa em todo o país que exigiam o fim da desigualdade racial e maus-tratos policiais contra as pessoas negras.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline