22/10/21
 
 
OE2022. Pro.var diz que documento é “oportunidade perdida”

OE2022. Pro.var diz que documento é “oportunidade perdida”

Jornal i 12/10/2021 16:50

Associação Nacional de Restaurante diz mesmo que o OE para o próximo ano está “muito longe de ajudar as empresas” do setor da restauração.

A Associação Nacional de Restaurantes, a Pro.var, considera que este Orçamento do Estado está “muito longe de ajudar as empresas, especialmente do setor da restauração que tanto foram fustigadas com a pandemia”.

Numa reação ao documento apresentado esta manhã por João Leão, a associação presidida por Daniel Serra defende que “este era o momento certo para baixar o IVA da restauração” e, por isso, diz lamentar que o Governo “não tenha aproveitado para, por esta via, de forma universal, recapitalizar todas as empresas do setor mais afetado”.

E vai mais longe: “Uma oportunidade perdida, pois os apoios conhecidos para a recuperação económica e capitalização empresarial, Retomar e Reforçar, não estão adequados à realidade da maioria das empresas deste setor, especialmente no que concerne às ENI’s, micro e pequenas empresas”.

Na nota, Daniel Serra defende também que “o setor confronta-se com novas dificuldades”, uma vez que “a pandemia provocou distorções de vária ordem no mercado, a subida abrupta de preços das matérias-primas, custos energéticos e uma perda elevada de mão de obra para outros setores de atividade, que acabaram por sair em melhores condições, estando a “roubar” profissionais aos restaurantes”.

Por isso não tem dúvidas que “o que vai acabar por acontecer será a inevitável, uma subida generalizada de preços, mas até que isso se verifique prevê-se graves problemas para o setor, um aumento de insolvências e falências e para os que sobreviverem, uma inevitável redução da qualidade de serviço”.

E reforça que a descida do IVA da restauração “teria evitado tudo isto, com ganhos para toda a cadeia de valor, turismo e para o país”.

Ler Mais


Especiais em Destaque

×

Pesquise no i

×