28/2/21
 
 
Medicamento reduz 99% da carga viral do SARS-CoV-2

Medicamento reduz 99% da carga viral do SARS-CoV-2

AFP Redação 26/01/2021 17:38

O medicamento antiviral é cem vezes mais eficaz do que o Remdesivir.

Plitidepsina: é este o nome do medicamento antiviral produzido em Espanha, que se mostrou cem vezes mais eficaz do que o Remdesivir, no combate à multiplicação do vírus SARS-CoV-2 nas células humanas. Segundo um estudo, publicado na revista Science, o medicamento – já testado em França e nos Estados Unidos da América – demonstrou uma redução quase total da carga viral do vírus.

O medicamento, utilizado no tratamento do cancro, foi testado em animais e o resultado foi uma eficácia antiviral prometedora. Em duas experiências diferentes em animais infetados com o novo coronavírus, registou-se uma redução de 99% das cargas virais nos pulmões tratados com plitidepsina.

Os autores do estudo pretendem agora que o medicamento seja experimentado em ensaios clínicos mais alargados. “Os nossos resultados e os dados positivos dos ensaios clínicos da Pharmamar sugerem que outros testes clínicos com Plitidepsina devem ser priorizados para o tratamento da covid-19”, dizem.

O antiviral bloqueia uma proteína humana (a EF1A) que está presente nas células e é utilizada pelo SARS-CoV-2 para se reproduzir e infetar outras células. 

 

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×