13/8/20
 
 
PSP destruiu cerca de 200 mil armas desde 2014

PSP destruiu cerca de 200 mil armas desde 2014

Pedro Almeida 10/07/2020 10:36

Força de segurança promove esta sexta-feira uma ação de destruição de 17.183 armas. Operação realiza-se em Folgosa, na Maia.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) destruiu, nos últimos seis anos, cerca de 200 mil armas, mais concretamente 191.558, segundo avançou esta força de segurança em comunicado. Esta sexta-feira, a PSP promove uma ação de destruição de 17.183 armas que já estão incluídas no lote que foi destruído desde 2014. A operação realiza-se em Folgosa, na Maia.

"As armas de fogo a destruir foram declaradas perdidas a favor do Estado, conforme previsto no Artigo 78.º do Regime Jurídico de Armas e Munições, no âmbito de processos-crime e processos de contraordenação ou administrativos (21.440 e 8.547, em 2019 e 2020, respetivamente) bem como no âmbito do processo de entrega voluntária de armas e ausência de procedimento sancionatório, previsto no Artigo 8.º da Lei n.º 50/2019, de 22 de setembro, que possibilitou, a entrega de 7.279 armas. Esta quantidade supera as 6.635 armas entregues em 2006, aquando do anterior processo de entregas voluntárias", pode ler-se em comunicado.

Além do processo de destruição de armas, foi ainda promovida pela PSP a destruição de um total de cerca de 20 toneladas de munições e cartuchos, em 2019 e 2020.

Esta quinta-feira, recorde-se, uma megaoperação da PSP contra o tráfico de droga deteve 30 pessoas na área do Grande Porto que vão ser ouvidas esta sexta-feira por um juiz no Tribunal de Instrução Criminal do Porto.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×