19/9/19
 
 
Banca perdoa 116 milhões a milionário português

Banca perdoa 116 milhões a milionário português

Jornal i 02/05/2019 16:01

SIVA vai ser vendida à Porsche pelo valor simbólico de um euro

O empresário João Pereira Coutinho viu a dívida de 116 milhões de euros, contraídas em negócios no ramo automóvel, a ser perdoada pela Banca, um acordo que tornou possível a venda à Sociedade de Importação de Veículos Automóveis (SIVA) à Porsche por um euro.

O acordo com a Banca, que inclui o BCP, o Novo Banco, o BPI e a Caixa Geral de Depósitos, foi anunciado na terça-feira à noite.

Além de terem perdoado a dívida de 116 milhões de euros, que pode ascender aos 370 milhões, os bancos aceitaram também emitir garantias bancárias para que a distribuidora possa operar.

Entretanto, a empresa de automóveis Porsche anunciou, quarta-feira, que irá assumir a gestão da Sociedade de Importação de Veículos Automóveis (SIVA) no quarto trimestre deste ano.

“No seguimento da reestruturação, sujeita a escrutínio judicial e aprovação das autoridades da concorrência da UE, a Porsche Holding Salzburg (PHS) pretende assumir a responsabilidade da gestão operacional e comercial em Portugal no quarto trimestre de 2019”, refere o comunicado enviado às redações.

Recorde-se que o empresário Pereira Coutinho anunciou na terça-feira à noite uma Oferta Pública de Aquisição para tirar a SAG de bolsa e a vender da SIVA, subsidiária desta empresa, à Porsche pelo valor simbólico de 1 euro.

No final de abril, a Porsche assinou acordos com a SIVA para adquirir o negócio de importação da Volkswagen, Volkswagen Veículos Comerciais, Audi, ŠKODA, Bentley e Lamborghini.

Em 2018, o volume de vendas das marcas incluídas na SIVA foi 20.349 veículos, uma queda de 32,6% face a 2017. A SAG fechou 2018 com um prejuízo de 176,9 milhões de euros e capitais próprios negativos em 169,2 milhões de euros.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×