25/8/19
 
 
Governo do PS “não se distingue dos do PSD/CDS”, diz o PCP

Governo do PS “não se distingue dos do PSD/CDS”, diz o PCP

Joaquim Gomes 19/02/2019 15:55

O Governo do PS “perante a perspetiva de desenvolvimentos negativos e inaceitáveis para Portugal, tem pautado a sua  ação por uma postura de abdicação, por uma insuficiente defesa dos interesses nacionais, no que em nada se distingue daqueles que o antecederam, como do anterior do PSD/CDS, que negociou o atual quadro financeiro (2014/2020), o que se saldou numa significativa perda de recursos por Portugal”, afirmou o eurodeputado comunista João Ferreira.

O deputado ao Parlamento Europeu, que se recandidata às eleições europeias do próximo dia 26 de maio, novamente como cabeça de lista, falava hoje em Braga, no encerramento das Jornadas Parlamentares do Partido Comunista Português, que terminaram esta tarde de terça-feira, não poupou o Governo da “Geringonça”, que o seu próprio partido suporta na Assembleia de República, salientando que “este Governo mostra-se favorável a todos os reforços de supranacionalidade”, que, segundo João Ferreira, “se traduzem numa ainda maior concentração de poder nas grandes potências e em anteriores e mais gravosos constrangimentos para Portugal”.

João Ferreira deu como exemplos “a tentativa de acabar com o princípio da unanimidade em determinadas votações no Conselho Europeu, ou os desenvolvimentos em torno da União Económica e Monetária”, tal como “o Governo claudicar perante a possibilidade de um novo corte nas verbas a receber por Portugal, quando o que se impõe é um reforço dessas verbas”. 

 

 

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×