17/11/18
 
 
Vítor Rainho 07/09/2018
Vítor Rainho

vitor.rainho@newsplex.pt

CMTV é a grande vencedora das eleições do SCP

As eleições do Sporting vão ajudar ironicamente o Benfica a sair, momentaneamente, debaixo dos holofotes. Amanhã, sábado, os amantes do desporto quererão saber quem sucederá ao impagável Bruno de Carvalho, homem que tem alimentado a melhor novela a que o país algum dia assistiu. Chegará ao fim, ou pouco depois, o mandato das comissões de Gestão e de Fiscalização. Quem não irá sentir saudades de ver o também inimitável Sousa Cintra a dar as suas conferências de imprensa?

Mas estas eleições tiveram o condão de demonstrar a forma que a CMTV ganhou nos últimos dois anos. Foi a estação que mais horas gastou com o assunto e quase todos os candidatos por lá passaram, tendo alguns chegado mesmo a ligarem para a CMTV quando em determinado programa se discutia o clube e não estavam de acordo com o que era dito.
A SIC e a TVI acordaram tarde para o fenómeno e foram obrigadas a ir a reboque. Não é por acaso que a CMTV lidera as audiências do cabo, com larga vantagem sobre os concorrentes.

Percebe-se que existe uma certa desorientação dos dois canais mais antigos, pois não queriam entrar em determinados terrenos, que consideravam pantanosos, mas hoje nenhum canal se atreve a não fazer diretos nem que seja da detenção do suposto violador do Seixal. Quem diria que isto seria possível há dois anos? Mas as audiências determinam que a programação da TVI24 e da SIC Notícias comecem a sujeitar-se à atualidade. Quando é que encontrarão o seu espaço é uma incógnita, embora a SIC seja a mais prejudicada, pois sempre jogou para o segmentos A e B e agora vê-se obrigada a ir também atrás das classes C e D, embora seja hoje claro que a CMTV alcança todas as classes sociais. 

No fundo, concretizou-se aquilo que os estudos de mercado já diziam há muitos anos. Os leitores dos semanários mais conservadores também o eram do “Correio da Manhã”.
Para se perceber a força da CMTV, diga-se que há uns três meses um representante da Comissão Fiscalizadora dizia em direto que não falava para a estação e há poucas semanas lá estava ele, em horário nobre, sentadinho no estúdio. É a vida.
 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×