24/09/2018
 

HÁ UM NOVO UNICÓRNIO EM PORTUGAL

A OutSystems ultrapassou a valorização dos mil milhões de dólares, juntando-se ao grupo dos unicórnios

Mobirise

TEXTO | Filipa Traqueia

A empresa OutSystems juntou-se ao grupo de elite de startups e está à procura de pessoas para integrar a equipa. Foi graças ao investimento no valor de 360 milhões de dólares por parte da Goldman Sachs e da KKR, alcançado na terça-feira, que a OutSystems ultrapassou o patamar dos mil milhões de dólares de valorização.

Esta é a segunda empresa com origem portuguesa a atingir este valor. E está a contratar: no dia antes de ser galardoada, a startup de criação de aplicações e plataformas com recurso a low-code – uma forma simplificada de criar software através de interfaces gráficas – anunciou 131 vagas que vão desde engenharia a marketing, passando pelo apoio ao cliente, 72 delas em Lisboa, Braga e Proença--a-Nova. Paulo Rosado, CEO da OutSystems, explicou em comunicado que o valor do investimento será aplicado para “trazer mais inovação aos nossos clientes, redefinindo o futuro do desenvolvimento do software empresarial”.

A startup está “a combater um dos maiores problemas que as empresas enfrentam atualmente – a falta de velocidade e agilidade do desenvolvimento tradicional de software que está a dificultar as iniciativas de transformação digital em todo o mundo”, acrescenta o CEO. Já Stephen Shanley, diretor da KKR, acredita que estão “no início do que será um longo percurso de crescimento significativo no mercado do desenvolvimento de aplicações low-code”. O sentimento é partilhado também pela Goldman Sachs, que está “ansiosa” para começar a trabalhar com a startup portuguesa: “A OutSystems está diretamente alinhada com o que procuramos para novos investimentos”, disse Christian Resch, diretor executivo, “o apoio de fundadores excecionais e equipas de gestão em negócios inovadores que oferecem uma oportunidade significativa para criar valor a longo prazo.”

Desde que foi criada, em 2001, em Linda-a-Velha, Oeiras, a empresa que permite a criação de aplicações e plataformas com o recurso a low-code tem crescido a nível mundial e, atualmente, é utilizada por multinacionais como a Toyota, Logitech e Deloitte, entre outras. Ao atingir os mil milhões, a OutSystems junta-se à plataforma de venda de artigos de luxo, Farfetch, que atingiu o nível de unicórnio no ano passado.

SÃO 131 AS VAGAS QUE A OUTSYSTEMS ABRIU PARA ENGENHARIA, MARKETING E APOIO AO CLIENTE

“Sempre acreditámos neste potencial e a nossa estratégia está muito bem definida”, explicou na altura Luís Teixeira, diretor-geral da Farfetch, ao suplemento do “Sol”, o “B,I.”. “Fomos desenvolvendo o negócio e investindo para que a nossa capacidade de inovação e operação nos colocasse nesse patamar.” No entanto, mais recentemente, José Neves, fundador e CEO, disse, em entrevista ao “Expresso”, que a distinção não trouxe responsabilidade “nenhuma que já não” tivessem.

Também na lista das 50 empresas com maior probabilidade de atingir este galardão está uma portuguesa. A Feedzai, uma empresa de cibersegurança dedicada ao combate à fraude financeira, criada em 2008, figurou na lista elaborada pela Tech Tour Growth pela terceira vez consecutiva. Atualmente tem um total de capital de 82 milhões de dólares, ainda longe dos mil milhões necessários para integrar o clube de elite. No entanto, a prestação portuguesa foi reduzida, tendo a TalkDesk e a Uniplaces abandonado a lista entre 2017 e 2018. Ao contrário da Feedzai, a OutSystems não fazia parte da lista.

O QUE É UM UNICÓRNIO?

O termo unicórnio foi criado por Aileen Lee, a fundadora da RMG Networks e da Cowboy Ventures, ao publicar um artigo no “New York Times”, em 2013, chamado “Bem-vindos ao grupo dos Unicórnios: aprender com as startups de mil milhões de dólares”. O termo unicórnio entra aqui como uma criatura mitológica e rara, e por isso só distingue as startups que realmente conseguem atingir valores extraordinários, como os mil milhões de dólares.

As startups com maior avaliação, segundo a mais recente listagem feita pela Tech Startup em abril deste ano, são a chinesa Ant Financial, com o valor de 70 mil milhões de dólares, seguida da Uber, com 62,5 mil milhões, e da chinesa Didi Chuxing, com 56 mil milhões. No top-10 está também a Airbnb, com 30 mil milhões, numa lista dominada por empresas chinesas.

VALORES

360

milhões foi o valor investido pela KKR e pela Goldman Sachs na OutSystems

131

é o número de vagas que a OutSystems tem abertas

2016

foi o ano em que a Feedzai entrou pela primeira vez para a lista das 50 startups com mais probabilidades de virem a ser unicórnios

62

mil milhões é a valorização da Uber, a segunda empresa mais cotada segundo o Tech Startup

Mobirise

Uber

A conhecida empresa de transportes foi fundada em 2009 por Travis Kalanick e Garret Camp e atualmente vale 62,5 mil milhões de dólares

Mobirise

Airbnb

Marcar férias sem recorrer ao Airbnb pode parecer algo do século passado, mas não é. A empresa foi fundada em 2018 e está avaliada em 25,5 mil milhões de dólares

Mobirise

Xiaomi

Dedicada ao setor do hardware, a Xiaomi é uma empresa chinesa que representa 45 mil milhões de dólares. Foi fundada em 2010 por Lei Jun, que é ainda CEO da empresa

Mobirise

Feedzai

A empresa de cibersegurança está pela terceira vez consecutiva na lista das 50 startups mais promissoras, com uma valorização de 82 milhões de dólares. A Feedzai foi fundada em 2008

Mobirise

Farfetch

A plataforma de venda de artigos de luxo foi a estreia de Portugal no grupo de elite das startups, em 2017. Foi idealizada durante uma Paris Fashion Week por José Neves, o atual CEO

Mobirise

OutSystems

É a segunda portuguesa a entrar no clube exclusivo dos unicórnios, depois do investimento de 360 milhões de dólares. Dedica-se à criação de aplicações e plataformas com low-code

DISQUS COMMENTS WILL BE SHOWN ONLY WHEN YOUR SITE IS ONLINE