15/04/2024
 
 
TAP regista melhor ano de sempre com lucros de 177,3 milhões de euros

TAP regista melhor ano de sempre com lucros de 177,3 milhões de euros

Jornal i 27/03/2024 09:58

As receitas operacionais atingiram o valor mais alto de sempre da história do grupo ao atingir os 4,2 mil milhões de euros.

A TAP registou um lucro de 177,3 milhões de euros no ano passado. Trata-se, de acordo com a companhia aérea, do “resultado líquido mais elevado de sempre” representando um aumento de 111,7 milhões em relação ao ano anterior, onde tinha sido registado um resultado de 65,6 milhões.

As receitas operacionais atingiram o valor mais alto de sempre da história do grupo ao atingir os 4,2 mil milhões de euros, uma subida de 730 milhões (+20,9%) face a 2022. “Este valor recorde e este crescimento consistente refletem e confirmam a abordagem estratégica da TAP face às oportunidades de mercado”, salienta a empresa.

A TAP terminou o ano de 2023 com uma liquidez de 789,4 milhões, “reforçando o caminho de desalavancagem com uma melhoria do rácio dívida financeira líquida / EBITDA a 31 de dezembro de 2023”.

Para este ano, a empresa liderada por Luís Rodrigues diz que “vai continuar a ser executada a estratégia para transformar a TAP numa companhia aérea estruturalmente sustentável, melhorando continuamente as operações, investindo nos trabalhadores e clientes, fortalecendo o foco nos mercados-chave e na estratégia para os mesmos, capitalizando os bons resultados financeiros, gerindo as pressões sobre os custos,  melhorando a geração de fluxos de caixa e continuando a trajetória de desalavancagem”.

Luís Rodrigues considera que “os bons resultados de 2023 confirmam o caminho de recuperação efetuado nos últimos anos pela TAP. Recorde de receitas, ultrapassando a marca dos 4 mil milhões, margens operacionais robustas e resilientes, e uma clara trajetória de desalavancagem, confirmam a solidez financeira do grupo. O aumento da pontualidade e da regularidade na segunda metade do ano, bem como do NPS (que mede o índice de satisfação do cliente), provam o foco da organização em executar um melhor serviço para os nossos passageiros. A assinatura dos novos acordos de empresa confirma o reconhecimento e o compromisso perante os nossos trabalhadores. 2024 será um ano desafiante que testará o foco da organização, para o qual necessitamos do compromisso de todos para estabelecermos a TAP como uma das empresas mais atrativas do sector.”

Quase 16 milhões de passageiros

Em 2023, a TAP transportou 15,9 milhões de passageiros, representando um aumento de 15,2% em relação a 2022, atingindo 93% dos valores alcançados em 2019. Já o número total de voos operados também aumentou em 11,0%, atingindo 88% dos níveis pré-crise.

A capacidade superou os níveis pré-crise de 2019, atingindo 101%, representando um aumento de 14,9% face a 2022. O Load Factor aumentou 0,8 p.p. em termos homólogos, atingindo 80,8% em 2023, melhorando também em 0,7 p.p. face a 2019.

As receitas operacionais em 2023 totalizaram 4214,8 milhões, o que representou um aumento de 20,9% face a 2022 e um aumento de 27,8% face a 2019. 

Os custos operacionais recorrentes ascenderam a 3829 milhões, aumentando em 18,3% quando comparado com o valor de 2022. O CASK dos custos operacionais recorrentes aumentou 3,0% para EUR 7,25 cêntimos, comparando com 2022. Excluindo os custos com combustível, o aumento foi de 10,4% em relação a 2022, atingindo um valor unitário de 5,14 cêntimos, 9,9% superior ao valor de 2019.

Em 2023, o EBITDA recorrente atingiu os 871,6 milhões, com uma margem de 20,7%, aumentando em 113,4 milhões ou 15% em comparação com 2022. O EBIT recorrente totalizou os 385,8 milhões em 2023, com uma margem de 9,2%, mais 137,1 milhões do que em 2022.

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline