18/04/2024
 
 
Lisboa testa Sistema de alerta de Tsunami sexta-feira

Lisboa testa Sistema de alerta de Tsunami sexta-feira

Dreamstime Jornal i 28/02/2024 18:55

A ação de teste incluirá uma sessão pública de apresentação do Sistema de Aviso e Alerta de Tsunami no Estuário do Tejo.

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) anunciou, esta quarta-feira, que a sirene de alerta de Tsunami, na Ribeira das Naus, que já está instalada, será acionada, na sexta-feira pelas 11h30, sendo também realizado um exercício de evacuação, como teste a este sistema.

A ação de teste incluirá uma sessão pública de apresentação do Sistema de Aviso e Alerta de Tsunami no Estuário do Tejo, e terá a presença do vereador da Proteção Civil, Ângelo Pereira.

No comunicado, a CML explica que: “Seguir-se-á um exercício de evacuação, com o acionamento de sinal sonoro (sirene), com início previsto para as 11h30 e emissão de sinais sonoros do sistema de aviso e alerta de tsunami durante cerca de 10 minutos".

Inicialmente, o sistema de Aviso e Alerta de Tsunami no Estuário do Tejo, começou a ser instalado na Praça do Império, em Belém, tendo já sido realizados dois exercícios, em novembro de 2022 e em novembro de 2023, para testar o grau de prontidão, com o acionamento da sirene.

A autarquia, que conclui agora a implementação do sistema na Ribeira das Naus, entre o Caís do Sodré e a Praça do Comércio, abrangendo as freguesias de Santa Maria Maior e Misericórdia, quer continuar a colocar este sistema na frente ribeirinha da cidade, que se encontra exposta ao risco de tsunami.

A implementação deste sistema, que foi apresentado em 26 de novembro de 2022, faz parte de um plano de preparação para o “fenómeno de alterações climáticas” que, conforme explicou o vereador na altura da apresentação, “impõe hoje uma urgência acrescida em preparar Lisboa para maiores ocorrências ou catástrofes, como os tsunamis”.

Os dados do Serviço Municipal de Proteção Civil referem que a faixa ribeirinha de Lisboa, encontra-se exposta aos efeitos de um tsunami, particularmente, a zona entre Belém e Santa Apolónia, onde o índice de perigosidade de inundação por tsunami é “extremo” num cenário e sismo de magnitude de 8,75 graus na escala de Richter.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline