17/04/2024
 
 
Direito internacional “não pode ser um menu à la carte”

Direito internacional “não pode ser um menu à la carte”

Jornal i 21/02/2024 13:40

Tanto Israel como a Palestina “devem prosperar lado a lado nos seus próprios Estados independentes, prósperos e seguros”, disse embaixadora dos Emirados Árabes Unidos.

 

 

A embaixadora dos Emirados Árabes Unidos, Lana Nusseibeh, disse esta quarta-feira que o direito internacional deve ser aplicado de igual forma a todos e “não pode ser um menu à la carte”. 

De acordo com as agências internacionais, a responsável considera que o caminho para uma “paz justa e duradoura” deve passar pelo “cumprimento do direito há muito negado ao povo palestiniano à autodeterminação” e que “Israel impôs uma política de punição coletiva ao povo palestiniano”. 

Todos os países devem cooperar com o objetivo de pôr fim às violações cometidas por Israel, defendeu. Tanto Israel como a Palestina “devem prosperar lado a lado nos seus próprios Estados independentes, prósperos e seguros”. 

A embaixadora falava numa audiência no Tribunal Internacional de Justiça.

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline