01/03/2024
 
 
Operação Pretoriano. MP pede prisão preventiva para Fernando Madureira

Operação Pretoriano. MP pede prisão preventiva para Fernando Madureira

Twitter FC Porto Jornal i 06/02/2024 13:07

Medidas de coação deverão ser conhecidas hoje.

O Ministério Público (MP) pediu, esta terça-feira, prisão preventiva para Fernando Madureira e domiciliária, com vigilância eletrónica, para Vítor Catão, por considerar que este foi aliciado pelo líder dos Super Dragões.

Para o arguido Hugo Polaco, o Ministério Público, no âmbito da Operação Pretoriano, pediu também prisão preventiva., segundo o Jornal de Notícias.

Em relação a Sandra Madureira, mulher do líder dos Super Dragões, o MP não considera necessária a aplicação de uma medida de coação restritiva da liberdade, pedindo que ficar proibida de contactar com os restantes arguidos, à exceção do marido.

Para Vítor Aleixo e o filho, o MP pede que além da proibição de contactos com os outros arguidos, estes fiquem sujeitos a apresentações semanais às autoridades e à interdição de acesso a recintos desportivos.

Quanto ao oficial de ligação do F. C. Porto aos adeptos, Fernando Saul, o MP pede apenas que fique impedido de contactar os restantes suspeitos.

Segundo o Jornal de Notícias, o MP quer ainda que Tiago Aguiar, funcionário do F. C. Porto, e António Moreira de Sá respondam por ofensas à integridade qualificada.

Recorde-se que foram detidos, na semana passada, vários suspeitos de atos intimidatórios e violentos na assembleia-geral extraordinária do F. C. Porto, em novembro passado.

Suspeitos deverão ficar detidos até serem conhecidas as medidas de coação decretadas pelo juiz de instrução criminal, o que deverá ocorrer ainda hoje.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline