01/03/2024
 
 
Proposta de redução para metade do uso de pesticidas na agricultura retirada

Proposta de redução para metade do uso de pesticidas na agricultura retirada

Jornal i 06/02/2024 12:10

Em novembro de 2023, o Parlamento Europeu rejeitou legislação destinada a reduzir para metade o uso de pesticidas na UE. O voto foi contestado por ambientalistas europeus

A presidente da Comissão Europeia (CE) anunciou esta terça-feira que vai retirar a proposta de reduzir para metade o uso de pesticidas na agricultura até 2030. A iniciativa, parte central da legislação ambiental europeia, cai após protestos dos agricultores.

“A Comissão propôs a DUS [Diretiva Utilização Sustentável dos Pesticidas] com o objetivo meritório de reduzir os riscos dos produtos fitofarmacêuticos químicos, mas a proposta tornou-se um símbolo de polarização. Foi rejeitada pelo Parlamento Europeu e também no Conselho já não se registam progressos, pelo que vou propor ao colégio que retire esta proposta”, afirmou Ursula von der Leyen.

Intervindo no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, numa sessão plenária dedicada às conclusões da cimeira extraordinária da semana passada, marcada por intensos protestos dos agricultores, a líder do executivo comunitário salientou que “a proteção da natureza só pode ser bem-sucedida através de uma abordagem ascendente e baseada em incentivos”.

Segundo Ursula von der Leyen, “só se atingirmos juntos os nossos objetivos climáticos e ambientais é que os agricultores poderão continuar a ganhar a vida. Os nossos agricultores estão bem cientes disso e deveríamos confiar mais neles”, adiantou. A presidente da CE aludia às queixas do setor sobre as apertadas metas ambientais.

Em novembro de 2023, o Parlamento Europeu rejeitou legislação destinada a reduzir para metade o uso de pesticidas na UE. O voto foi contestado por ambientalistas europeus.

O projeto legislativo, peça central do Pacto Ecológico Europeu, proposto pela Comissão em junho de 2022, visava reduzir para metade, em comparação com 2015-2017, a utilização e os riscos dos produtos fitofarmacêuticos químicos em toda a UE até 2030.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline