01/03/2024
 
 
AD vence sem maioria absoluta as eleições dos Açores

AD vence sem maioria absoluta as eleições dos Açores

Jornal i 04/02/2024 23:40

A coligação, que governa a região desde 2020, conseguiu 42,08% dos votos e 26 lugares no parlamento regional

A Aliança Democrática (AD) venceu este domingo as eleições legislativas regionais dos Açores mas falhou a maioria absoluta. O resultado obriga a coligação PDS/CDS-PP/ PPM a um entendimento com outros partidos para a formação do governo regional açoriano. 

A coligação, que governa a região desde 2020, conseguiu 42,08% dos votos e 26 lugares no parlamento regional, constituído por um total de 57 deputados, ficando a três deputados da maioria absoluta.

O PS ficou em segundo lugar com 35,9% do PS e o Chega com 9,2%, foi a terceira força política. Bloco de Esquerda (BE), com 2,5%, Iniciativa Liberal (IL), com 2,1%, e PAN, com 1,7% de deputados à Assembleia Legislativa Regional dos Açores.

Assim, os socialistas têm 23 mandatos, o Chega cinco e BE, IL e PAN um cada um. Comparando com 2020, o  PSD ganhou quatro deputados em relação a 2020 e o PS perdeu dois. 

O Chega passa de dois para cinco deputados: conseguiu mais um mandato do que em 2020 tanto em São Miguel como no círculo de compensação e elegeu um deputado na Terceira pela primeira vez. O Bloco perdeu um deputado (em São Miguel). IL e PAN mantêm os mandatos que tinham.

Em 2020, o PS venceu, mas perdeu a maioria absoluta, surgindo a coligação pós-eleitoral de direita, suportada por uma maioria de 29 deputados após assinar acordos de incidência parlamentar com o Chega e a IL (que o rompeu em 2023). PS, BE e PAN tiveram, no total, 28 mandatos.

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline