01/03/2024
 
 
Embaixador israelita em Portugal critica silêncio sobre atos antissemitas

Embaixador israelita em Portugal critica silêncio sobre atos antissemitas

Jornal i 02/02/2024 10:01

Diplomata citou dados das autoridades de Telavive que dão conta do aumento de 500% de atos antissemitas nas primeiras três semanas após o início da guerra na Faixa de Gaza, com especial destaque para Alemanha, França e Reino Unido, mas também em Portugal. 

 

Dor Shapira, embaixador israelita em Lisboa, condenou o Governo português pelo silêncio perante atos de antissemitismo em Portugal. 

Numa cerimónia evocativa do Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto e contra o Antissemitismo, realizada na quinta-feira à noite, o diplomata citou dados das autoridades de Telavive que dão conta do aumento de 500% de atos antissemitas nas primeiras três semanas após o início da guerra na Faixa de Gaza, com especial destaque para Alemanha, França e Reino Unido, mas também em Portugal. 

De acordo com a mesma fonte, foram registados atos de vandalismo na Sinagoga do Porto, no Centro Cultural Judaico de Lisboa, bem como empresas ligadas a israelitas ou em universidades nacionais com protocolos com entidades de Israel. 

“Continuamos a receber na Embaixada [de Israel] mensagens de medo de israelitas e de estudantes judeus de todo o Portugal. Tudo isto é antissemitismo”, disse, aludindo também a manifestações pró-Palestina com exibição de cartazes “comparando os judeus a lixo” e dizendo que “é preciso uma limpeza para tornar o mundo um lugar melhor para viver”. 

“Deveria ser inconcebível assistir a um aumento do antissemitismo sob várias formas e não haver uma voz clara e sonora, da esquerda à direita, nas lideranças, a condená-lo abertamente, a ir às sinagogas, a reunir-se com as comunidades judaicas no momento em que acontece, a fim de lhes mostrar a solidariedade e a responsabilidade do país para com elas”, afirmou.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline